Auditório William Monachesi é inaugurado


Espaço está localizado no campus Olezio Galotti

Publicado em 28/4/2018

Neste dia, 28 de abril de 2018, Dia da Educação, a FOA tem mais um motivo para comemorar. Foram oficialmente inaugurados o Auditório William Monachesi e o Edifício Francisco Cruz Júnior. O espaço que está localizado nas dependências do campus Olezio Galotti, em Três Poços, tem 1.200m² será utilizado nas solenidades de formaturas e eventos acadêmicos.

Participaram da solenidade o presidente da FOA, Dauro Aragão; o vice-presidente, Eduardo Prado; o vice-prefeito de Volta Redonda, Maycon Abrantes; o deputado estadual Comte Bittencourt; os vereadores Luciano Mineirinho e Daniel Volpe, de Volta Redonda e Barra Mansa respectivamente; dentre outras autoridades da FOA e da região, diretores de diversas instituições de ensino da cidade; além de professores e funcionários da instituição.

O mais novo investimento da Fundação Oswaldo Aranha começou a ser construído em 2016, levando 14 meses para o final das obras mais dois meses para os acabamentos finais. O espaço conta com 705 poltronas, sendo 11 para pessoas com mobilidade reduzida, respeitando as normas da ABNT, todas com sistema de prancheta para destros e canhotos. Já o palco tem capacidade para 200 pessoas.

“Estamos inaugurando um dos melhores auditórios do Rio de Janeiro. Havia uma lacuna no setor acadêmico, os alunos precisavam de um ambiente para se reunir. Graças ao nosso sonho e esforço, construímos esse belo espaço. Estamos imensamente orgulhosos”, declarou o presidente da FOA, Dauro Aragão.

Dentre as principais tecnologias aplicadas estão painel de led importado da China; ar condicionado inverter; poltronas confortáveis e acessíveis; sistema de iluminação cênica controlado por interface digital; sistema de som controlado por mesa de som digital; sistema de câmeras de segurança, sensores de presença; revestimento acústico de fibra mineral, denominado lã de rocha, importado da Alemanha; portas com isolamento acústico e corta fogo; solução de wi-fi Ruckus que permite até duas mil conexões simultâneas; 28 mil watts de som e luz.   

“A inauguração desse edifício é muito importante para instituição, para chegarmos até aqui, foram 50 anos de investimento em Volta Redonda e na educação. Os desafios não param, a conquista do auditório nos concede ainda mais estímulo para planejar um belo futuro para a instituição”, pontuou o vice-presidente da FOA, Eduardo Prado.

Homenagens – Grandes momentos também marcaram a inauguração do novo auditório. A instituição foi agraciada com três honrarias, a outorga da Medalha Tiradentes, concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, por iniciativa do deputado estadual Comte Bittencourt; e as moções de Congratulações e Aplausos, de autoria do vereador de Volta Redonda, Luciano Mineirinho; e a moção de Congratulações, de autoria do vereador de Barra Mansa, Daniel Volpe.

“Esse espaço é a confirmação de um sonho iniciado há 50 anos, pensado por pessoas que sabem que o futuro desse país é a educação. É com muita satisfação que estou aqui, pois é uma instituição que vem contribuindo tanto com o desenvolvimento da cidade quanto do estado. Essa obra física é pequena perto da grandeza da instituição”, enfatizou em seu discurso o deputado estadual, Comte Bittencourt.

Outros diferenciais do auditório - Grande parte do material utilizado na construção do auditório foi pensado a partir do consumo consciente de energia, como os aparelhos de ar condicionado que são inverter, ou seja, economizam energia, além de terem sensor de calor, que regulam automaticamente a temperatura de acordo com a quantidade de pessoas no local e permite programação para ligar e desligar automaticamente.

Toda a iluminação segue o padrão mais econômico disponível atualmente no mercado. São 200 luminárias downlights, com 50 mil horas de vida útil, que correspondem a 10 mil eventos e 27 anos de atividades no auditório todos os dias – juntas consomem menos que um chuveiro elétrico.

Acessibilidade - Todo o acesso a qualquer parte do auditório é feito por rampas com mais de 1,5m de largura, acompanhadas de corrimão, conforme norma, não há desnível no piso. Os banheiros contam com um box adaptado para cadeirantes e há vagas disponíveis para pessoas com mobilidade reduzida próximas às quatro portas laterais do auditório

Confira alguns registros do evento: 


Tags:

Veja Também: