Dicas imperdíveis para o #VestibularUniFOA


Quatro métodos de estudo que vão ajudar você a passar na prova

Publicado em 4/11/2019

Conteúdo exclusivo do Blog UniFOA

As pessoas passam por processos de aprendizagem distintos, ainda que estejam dentro da mesma sala de aula. Por isso, explorar os métodos de estudo é uma boa ideia para quem deseja descobrir a metodologia mais eficiente para si mesmo.

Por exemplo, algumas são mais visuais, enquanto outras têm maior facilidade com os recursos auditivos. Isso não quer dizer que é possível aprender apenas de uma maneira, mas que os resultados podem ser melhores quando mapeamos a nossa produtividade nos estudos — o que é muito importante em fases decisivas, como passar no vestibular.

Quer saber mais sobre o assunto? Aproveite para conhecer 4 técnicas que você pode usar para se sair bem nessa missão!

1. Fazer resumos e fichamentos

Essa é uma estratégia utilizada principalmente por estudantes que precisam lidar com um conteúdo extenso. Fazer resumos de cada tópico é uma alternativa interessante, pois facilita a sintetização dos assuntos e as revisões no futuro.

O maior desafio é conseguir ser realmente sucinto para que o resumo não seja praticamente do tamanho do objeto de estudo. Uma boa síntese apresenta os pontos principais e serve de lembrete para quem já leu o material completo. É como ter um gatilho para lembrar do que é mais relevante dentro daquele tema.

Então, a ideia é acumular todos esses resumos conforme os estudos avançam e depois revisar cada um deles de uma forma mais prática. O fichamento segue o mesmo conceito e objetivo, mas essa é uma denominação mais usada para os resumos de livros.

2. Criar mapas mentais

Outra alternativa é elaborar os famosos mapas mentais. Se você não sabe o que isso significa, um mapa mental nada mais é do que um diagrama que apresenta informações importantes sobre uma determinada temática.

Em vez de resumir os dados em um texto, cada pessoa fica livre para criar um esquema seguindo sua própria lógica de como aquele conteúdo pode ser mais bem-disposto. Inserir palavras, desenhos, ícones, cores e outros elementos costuma ajudar bastante a ter um efeito visual atrativo. O intuito é fazer com que o mapa simplifique os estudos e contribua para a memorização.

3. Resolver questões de provas anteriores

Desenvolver a sua autoconfiança é essencial para conseguir fazer uma prova importante de forma mais tranquila e segura. Para tanto, ler todos os livros e apostilas deve garantir os fundamentos necessários para responder cada questão.

Porém, a experiência prática é outro fator que vai favorecer o seu sucesso. Muitas vezes, o vestibulando estudou o suficiente e sabe desenvolver as respostas dos exercícios, só que não consegue lidar com o tempo de prova, e isso se torna um problema.

Sendo assim, resolver provas anteriores é mais um método que deve fazer parte do seu cronograma de preparação. Procure na internet edições antigas do vestibular ou exame que você vai fazer e se proponha a resolvê-las.

Para ser ainda mais eficaz, faça uma verdadeira simulação, cronometrando o tempo e afastando qualquer tipo de ajuda ou interferência, como se estivesse na sala de prova. Tudo isso vai colaborar para o seu desempenho.

4. Explorar outras fontes de estudo

Um dos riscos de ter uma rotina intensa de estudos é acabar cansado e desmotivado de ficar o dia todo debruçado sobre livros. A diferença é que hoje em dia não precisa ser mais assim.

Variar as suas fontes de conteúdo pode funcionar como um estímulo para o seu rendimento. Nesse sentido, aproveitar a tecnologia não deve ser visto como uma coisa negativa — já que normalmente há essa tendência de achar que os dispositivos eletrônicos são distrações que tiram o foco dos estudantes.

O detalhe é usar essa oportunidade com sabedoria e consciência. Existem vários sites e aplicativos que favorecem o aprendizado, assim como blogs, jogos, canais do YouTube e até perfis nas redes sociais. Basta fazer uma pesquisa e encontrar com quais você mais se identifica!

No fim das contas, avaliar os métodos de estudo é uma tarefa pessoal, pois não há como definir o que é melhor para cada um. O que importa é exercitar a dedicação e não perder o foco do seu objetivo final!

Quer aproveitar para colocar esses métodos em prática e garantir o sucesso no vestibular? Descubra agora mesmo como elaborar um bom plano de estudos


Tags:

Veja Também: