Diplomacia japonesa visita o UniFOA


Cônsul e vice-cônsul conheceram as instalações do campus Olezio Galotti

Publicado em 12/5/2017

O Centro Universitário de Volta Redonda recebeu na manhã desta sexta-feira, 12, o cônsul-geral interino do Japão no Rio, Ken Kondo, e o vice-cônsul, Eiji Takeya. Na visita ao campus Olezio Galotti, foi anunciado o início de uma parceria que irá viabilizar intercâmbios culturais no Japão para os acadêmicos, além de projetos que aproximam a cultura nipônica dentro da própria instituição.

Estiveram presentes no evento a reitora do UniFOA, Claudia Utagawa; os superintendentes Executivo e Geral da FOA, Jairo Jogaib e José Ivo de Souza, respectivamente; o presidente do Renmei Rio de Janeiro, Akiyoshi Shikada; a representante  da Associação Nipo-Brasileira de Volta Redonda e Barra Mansa, Hiroko Chokyu; o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Barra Mansa, Jair Fusco; o secretário de Administração da Prefeitura Municipal de Volta Redonda, Carlos de Souza Rosa; além dos pró-reitores do UniFOA, docentes, funcionários e demais convidados.

Os japoneses têm uma forte ligação com o Brasil e com a cultura do país. Há quase 110 anos, contribuem e integram a realidade brasileira. “Educação não é apenas o que se aprende em sala de aula. Iremos apoiar tudo que amplia essa noção. Nosso compromisso, a partir de agora, também será divulgar a cultura japonesa e estimular que esse aprendizado seja feito in loco também. Aspiramos estreitar os laços com instituições de ensino e cultura no Japão. Será uma excelente oportunidade de internacionalização”, adiantou a reitora, Claudia Utagawa.

O cônsul, Ken Kondo, enfatizou a amizade que existe entre Brasil e Japão e esse respeito entre as tradições motiva ainda mais a parceria entre as nacionalidades. “O Brasil sempre recebeu os japoneses de braços abertos, por esse motivo, buscamos formas de fortalecer nossos laços. Estamos dando o primeiro e grande passo com a ideia do intercâmbio, mas a intenção é que venham muitas outras oportunidades de proporcionar experiências nipônicas aos discentes”, pontuou cônsul, Ken Kondo.

Bosque das Cerejeiras – Como parte da programação do evento, foram plantadas 12 mudas de Cerejeiras em uma das áreas verdes do campus Olezio Galotti. A ação foi uma homenagem da Fundação Oswaldo Aranha e do Centro Universitário de Volta Redonda aos membros da comitiva do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro.

As mudas foram doadas por Akiyoshi Shikada, presidente da Renmei Rio de Janeiro. “Com muito empenho a colônia japonesa preserva suas raízes. Agradeço à instituição por contribuir conosco nessa missão. Sabemos que com gestos como esse a cultura não se acabará”, refletiu Shikada.

As cerejeiras são espécies que pertencem à família das rosáceas e é possível que exista algo em torno de 400 espécies em todo o mundo. A Sakura, nome dado à flor da cerejeira, é conhecida como símbolo da felicidade e também é a flor nacional do Japão.

Apresentação de Taiko – Outro ponto alto do evento foi a apresentação do Grupo de Taiko de Valença. Os integrantes se apresentam com seus característicos quimonos vermelhos e bandanas brancas. Atualmente o grupo é composto por jovens descendentes de japoneses e simpatizantes da cultura. 


Tags:

Veja Também: