Guerra dos Sexos


Musical da Comunicação é realizado nesta segunda-feira

Publicado em 4/12/2017

Segunda-feira de dança, música, atuação e declamação para os alunos dos primeiros anos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda. O Musical da Comunicação debateu a “Guerra dos Sexos” e reuniu acadêmicos, professores, familiares e comunidade externa no teatro do Colégio Getúlio Vargas, em Volta Redonda.

O espetáculo abordou a desigualdade de gênero. O coordenador dos cursos, Douglas Gonçalves, comentou que o objetivo do evento, que é tradicional na agenda acadêmica do curso há oito anos, é explorar diversas formas de linguagem. “O projeto extrapola um pouco a questão do ensino tradicional e estimula a diversidade cultural. Sempre optamos por temáticas que são importantes para a construção social dos futuros profissionais. É o momento de refletir sobre valores que precisam ser revistos e os acadêmicos trouxeram  essa discussão em forma de música, dança e poesia”, contou.

Ao todo, foram 94 alunos envolvidos nos processos de elaboração e produção da peça (atuação, dança, canto, maquiagem, figurino, produção de áudio e vídeo). 

O futuro jornalista, Gabriel Duarte, não aceitou a ideia do musical logo no início. "Me opus por não entender o que isso tinha a ver com o nosso curso, mas hoje vejo como é importante para o nosso desenvolvimento , é uma forma de nos soltarmos e perder a inibição, além de ajudar na integração tanto entre a nossa turma, quanto com a turma de Publicidade e Propaganda. O musical também contribuiu muito com nosso aprendizado por trazer um tema atual, uma vez que tivemos que nos aprofundar e estudar sobre o que apresentamos", explicou. 

Para a aluna de Publicidade e Propaganda, Jade Cangussu, o debate é fundamental para formar profissionais mais críticos. "Ainda vemos muitas peças publicitárias com textos machistas, misóginos e que atacam algum grupo. Ter tido contato com esse assunto desde o primeiro ano já faz com que uma reflexão seja criada na cabeça dos alunos para que essa realidade seja mudada. Amei ter feito parte disso tudo, amei cada esquete desse musical", afirmou Jade, que cantou e atuou.


Veja Também: