PIC - Programa de Iniciação Científica

O que é?

Iniciação Científica é uma atividade voltada aos alunos de graduação que visa incluí-los, desde sua graduação, no ambiente de pesquisa e produção científica, despertando vocações e incentivando os que se destacam em seu desempenho acadêmico. Os alunos podem realizar a Iniciação Científica como voluntários, independentemente da existência de bolsas para tal finalidade.

O aluno de Iniciação Científica atua no apoio técnico e metodológico à realização de um projeto institucional de pesquisa, ao mesmo tempo em que desenvolve suas atividades em seu curso de graduação.

A Iniciação Científica deve ser realizada em um tema relevante seguindo um projeto de pesquisa. Para tal, é necessário que haja um professor orientador capacitado na área escolhida.

Como é?

Dentro do contexto estrutural do UniFOA, a Iniciação Científica pode ser feita no âmbito dos cursos de graduação em parceria com o Núcleo de Pesquisa.

Dentro das orientações explícitas no Edital da Iniciação Científica do UniFOA, todos docentes e discentes poderão participar do programa.

A Iniciação Científica pode ser realizada unicamente no âmbito dos cursos de graduação do UniFOA. Os professores dos cursos de graduação podem, por iniciativa própria, orientar a Iniciação Científica em projetos de pesquisa em parceria com o Núcleo de Pesquisa, que é o órgão regulador deste programa.

Como fazer?

Os seguintes passos são recomendados ao aluno de graduação da UniFOA interessado em fazer Iniciação Científica:

  • Identificar a Área de Pesquisa correspondente ao seu curso de graduação e ao seu tema de interesse;
  • Encontrar um orientador habilitado;
  • Ajustar seu horário de modo a permitir uma dedicação às atividades acadêmicas e de pesquisa, em ritmo compatível com as atividades exigidas pelo curso durante o ano letivo e de forma intensificada durante o período de férias letivas;
  • Verificar se há disponibilidade de horário de trabalho em comum com o orientador. Caso não haja, deve encontrar outro orientador;
  • Elaborar, em conjunto com o orientador, um Projeto de Pesquisa;
  • Apresentar ao NUPE o Projeto de Pesquisa, juntamente com o Currículo Lattes do(s) aluno(s) e do orientador e o formulário devidamente preenchido.
  • Apresentar relatórios técnicos periodicamente, seguindo o explícito no Edital da Iniciação Científica.
  • Apresentar os resultados, parcial ou final, nas Jornadas Científicas do UniFOA.
  • Publicar o trabalho, após a conclusão final, explicitando no artigo os vínculos com a Iniciação Científica, Núcleo de Pesquisa e o UniFOA.


Os Coordenadores de Cursos de Graduação e os Chefes de Departamento podem orientar os alunos nos passos 1 e 2, verificando, inclusive, a necessidade ou possibilidade de articulação de parcerias com os Programas de Pós-graduação, ou eventualmente de outras Instituições. Os demais passos devem ser acordados com o Orientador.

Vantagens para o aluno

A Iniciação Científica – IC é direcionada aos alunos que se destacam pelo seu desempenho, em termos de média global, na graduação. Como tal, a IC é um diferencial no currículo acadêmico do aluno. Alguns ganhos gerais que a IC proporciona ao aluno podem ser enumerados, como por exemplo:

  • identificação de sua vocação para as atividades de pesquisa;
  • iniciação no método científico e no desenvolvimento da criatividade na ciência;
  • preparação para o ingresso em programas de mestrado e doutorado;
  • vivência em trabalhos de pesquisa aplicada de interesse das empresas e indústrias;
  • para alguns cursos, cuja matriz curricular contemple as Atividades Complementares, a Iniciação Científica, remunerada ou não, poderá ser considerada para efeito de integralização de carga horária, etc.


O UniIFOA, no incentivo e valorização das atividades de IC, provê a todos os alunos de IC, devidamente cadastrados e com aprovação do orientador, a oportunidade de apresentação dos resultados de seus trabalhos na Jornada Científica do UniFOA.

Os alunos que apresentarem trabalhos nas Jornadas Científicas receberão um certificado de apresentação e comprovação de que foram alunos de Iniciação Científica do UniFOA durante o período indicado nos respectivos cadastros aprovados pelos orientadores.

Como obter bolsa de incentivo?

O UniFOA estimula a busca de recursos nos órgãos que fomentam a Iniciação Científica no país. Dentre esses órgãos se destacam o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ entre outros. Contudo, a Reitoria do UniFOA tem concedido bolsas, que dependerão da qualidade/impacto dos trabalhos, dos currículos dos docentes e discentes envolvidos e etc. O procedimento para sua obtenção está condicionado às regras estabelecidas pelos órgãos de fomento em questão e pela avaliação dos membros do Núcleo de Pesquisa do UniFOA. Mais informações podem ser encontradas no site do UniFOA, em Pesquisa.

O aluno de Iniciação Científica deve solicitar ao Orientador que avalie as possibilidades de obtenção da bolsa perante os órgãos de fomento. As solicitações de bolsas aos órgãos podem, em alguns casos, ser efetuadas em qualquer período do ano (denominadas de fluxo contínuo), enquanto que em outros estão condicionadas à publicação de editais específicos. As bolsas concedidas pelo UniFOA serão do tipo Fluxo Contínuo e deverão obedecer às normas contidas no Edital da Iniciação Científica do UniFOA.

É importante lembrar, entretanto, que a Iniciação Científica pode ser realizada em regime de voluntariado, independentemente da existência de uma bolsa de apoio.

Cadastro de Atividades de Pesquisa

O acesso ao Formulário de Cadastro de Atividade de Pesquisa, será feito exclusivamente através do link Área Restrita.

Downloads