#SetembroAmarelo UniFOA


Ações de prevenção ao suicídio continuam nessa segunda, 9

Publicado em 9/9/2019

O curso de Enfermagem do UniFOA, em parceria com a Divisão de Marketing, deu continuidade à campanha #SetembroAmarelo do UniFOA, nessa segunda-feira, 9, no campus Olezio Galotti. Sob orientação da professora Márcia Canavez, responsável pela disciplina de Saúde Mental, os alunos do quarto ano distribuíram fitinhas amarelas e folhetos sobre prevenção ao suicídio. Já nos campi João Pessoa Fagundes e Porfirio José de Almeida, voluntários do Centro de Valorização à Vida, CVV, conversaram com os acadêmicos que passaram pelas portarias.

“Sempre trabalhamos com os alunos exemplos atuais de pessoas comuns que passam por depressão, porque o enfermeiro não tem contato apenas com o paciente que tem transtorno mental grave, mas também com uma mãe que levou o filho para vacinar, um homem internado no hospital ou uma paciente de um exame de rotina que podem apresentar um quadro de depressão”, exemplificou a professora Márcia Canavez.

A aluna do segundo ano de Jornalismo, Victoria de Carvalho Felbinger, acredita que a campanha faz com que as pessoas se sintam à vontade para expressar seus sentimos. “É uma ação muito importante para um ambiente universitário, porque temos pressão o tempo inteiro de trabalhos, estudos e, às vezes, muitos alunos não conseguem falar que estão passando por dificuldades”, comentou.

No UniFOA, o Setor Pedagógico Institucional, SPI, oferece atendimento pedagógico, psicopedagógico e psicológico aos discentes e docentes. A partir da observação das demandas, o setor elaborou o Projeto + Cuidado, que promove ações voltadas à prevenção de dificuldades no processo de aprendizagem, ao atendimento às questões psicológicas e pedagógicas intrínsecas ao processo educativo. O projeto Self tem como objetivo acompanhar com psicoterapia breve (12 encontros) alunos cujos problemas emocionais e/ou situacionais estejam comprometendo sua vida acadêmica.

Entre os sintomas da depressão, estão: humor triste, ansioso ou “vazio” por um longo período de tempo e sem motivo aparente; irritabilidade; fadiga e diminuição da energia; insônia; dificuldade de concentração, entre outros.

Caso sinta necessidade, o aluno pode encontrar o SPI:

  • No campus Olezio Galotti – prédio 11;
  • No campus João Pessoa Fagundes – ao lado da secretaria de Pós-graduação;
  • No campus Porfirio José de Almeida – na secretaria.

 

‘Viver é a melhor opção’

As ações tiverem início no dia 31 de agosto, quando a instituição recebeu o jornalista André Trigueiro para a palestra ‘Viver é a melhor opção’, no auditório William Monachesi. “O suicídio é prevenível na maioria dos casos, quando há associação com patologias de ordem mental diagnosticáveis e tratáveis. Nesse processo, a informação e o diálogo cumprem uma função estratégica. Todos precisamos ter a chance de desabafar com alguém, falar abertamente sobre o que nos incomoda ou atormenta. O ideal é que seja alguém que nos escute sem julgamentos, condenações ou receitas prontas para resolver os nossos problemas”, pontuou o jornalista.


Veja Também: