Curso de Publicidade e Propaganda e secretaria de Cultura de Volta Redonda lançam Da palha ao concreto, uma história de resistência

Lançado oficialmente na última quinta-feira (18), no Clube Palmares, localizado no bairro Jardim Europa, em Volta Redonda, o curta metragem Da palha ao concreto, uma história de resistência teve produção e colaboração de vinte alunos do 3º. ano do curso de Publicidade e Propaganda do UniFOA, na disciplina de Marketing para o Terceiro Setor, com apoio da secretaria de Cultura de Volta Redonda.

Produzido este ano, durante a pandemia, os alunos buscaram retratar a criação do Palmares, que se tornou uma homenagem aos voluntários que passaram pela instituição e que ainda a integram. As gravações ocorreram na sede do Clube, no bairro Jardim Europa, em Volta Redonda e na praça Brasil, local onde o sonho começou.

Repleto de alunos e professores do UniFOA; profissionais ligados à Cultura de Volta Redonda e membros do clube, o lançamento virou um grande encontro de pessoas que acreditam que a cultura pode ajudar o mundo a ser um lugar melhor pra viver e que produziu um legado para futuras gerações.

Edson Daniel João, o Mister, 67 anos, presidente do Clube, explica que o curta tem o objetivo de ser inicialmente apresentado nas escolas e associações de moradores e certamente ajudará na transformação da sociedade, capacitando o cidadão da consciência e respeito à questão racial, ainda muito enraizada no país:

“A gente precisa vencer essa barreira e transformar de fato a sociedade, então esta é uma pequena mas importante contribuição, esse é o nosso principal objetivo”.

Leia também:  O que é Educomunicação?

 

ms1

 

A produção

Douglas Gonçalves, coordenador e professor do curso de Publicidade e Propaganda, na disciplina de Produção Audiovisual, conta que este foi um pedido que veio da secretaria de cultura e virou um projeto de extensão da FOA, que também foi patrocinado pela instituição, virou um projeto ligado à disciplina de Marketing do Terceiro Setor, onde cerca de 30 anos se envolveram e foi um desafio produzir tudo isso durante a pandemia. Segundo ele, o processo de pesquisa começou em março deste ano e foi muito interessante porque os alunos se encantaram com a história, com o espaço do clube Palmares, de ouvir e viver um pouco da história no próprio local onde as coisas acontecem:

“Isso, alinhado à disciplina que já havia de produção audiovisual gerou um produto prático que a sociedade vai ganhar. Fizemos algo que é função da instituição, da universidade, que é potencializar a produção a partir da experiência prática dos alunos, isso modifica sua formação”.

Segundo o professor, a ideia é também exibir o filme nas dependências do UniFOA, convidando a comunidade do clube Palmares e alunos de outros cursos.

“Virou um produto público, distribuído nas redes sociais, cumpriu sua função. Sempre fizemos trabalhos como este, com apoio do escritório da Cidadania, que é o nosso braço com a comunidade, isso é a marca da FOA, pra deixar o UniFOA cada vez mais próximo da comunidade”, afirmou o professor. Douglas passou um spoiler do que terá no ano que vem: um concurso educacional voltado para a produção prática dos alunos.

Leia também:  Com criatividade e inovação, estudantes de Design fazem exposição sobre marcas

Para o aluno do 3º. ano Caio Henrique Rodrigues de Oliveira esta é uma experiência muito rica:

“Ele dá voz e retrata um pouco a história do clube e nós, alunos, tivemos a oportunidade de praticar as habilidades e conhecer a realidade da filmagem, algo difícil de experimentar na nossa região.

 

Fotografia

A noite também reservou uma exposição de 28 fotos do aluno do 3º ano Mário Sérgio Moraes Bruno, que participou de todo o processo do curta, desde a pesquisa à produção, filmagem, direção e edição. Mário é fotógrafo profissional e aproveitou a oportunidade de ter participado do processo e deu sua contribuição. “Precisava ter um registro deste momento tão lindo da história do Palmares, da história de Volta Redonda. Eu só fotografei. Tive o apoio da professora Clarisse e dos colegas, alunos do curso”, contou.

 

Exposicao MS

 

O legado

O secretário de Cultura de Volta Redonda, Anderson de Souza, explica que um dos principais ensinamentos deste documentário é a união da história da educação e da cultura. “É um orgulho a secretaria de Cultura fazer uma parceria com uma instituição de ensino tão importante como o UniFOA e juntos contarem uma história de uma instituição tão importante como o Palmares. Em um único documentário, a gente conseguiu reunir a história, a educação e o respeito. Vai ficar um legado para as futuras gerações. Quando chegamos aqui, percebemos que os mais velhos já estavam indo embora e a história estava se perdendo, esta história ia parar. Como as futuras gerações saberiam disso? Então hoje a gente faz história, a Cultura e o UniFOA, de deixar para as futuras gerações de Volta Redonda um legado que é este vídeo tão bonito e tão bem produzido, que demonstra a luta do povo negro de Volta Redonda.

Leia também:  Escritório da Cidadania do UniFOA em novo endereço, agora no Campus Universitário Porfírio José de Almeida, no Aterrado

Acompanhando todo o processo tão de pertinho, a professora Clarisse Netto não cabia em si de tanta felicidade:

“Eu só sei que estou muito feliz, porque foi feito com muito carinho e com muita dedicação, então o resultado não poderia ser outro, este sucesso que vimos”.

Clarisse Netto

Sobre o Palmares

O clube é um espaço de lazer e socialização, cujo objetivo principal desde o início de sua fundação é a integração e interação da população negra na sociedade brasileira através da participação social e cultural, buscando atingi-la promovendo atividades culturais num espaço próprio, palestras, cerimônias comemorativas, encontros festivos e debates políticos.  A criação do clube deveu-se às restrições impostas pela sociedade da época, não admitindo negros nos quadros de associados dos clubes mais tradicionais da cidade.

 

ms2

 

 

Adriana Marins –  Jornalista

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas