Hospital da FOA realiza cirurgia robótica inédita na região Sul Fluminense

robótica

No mesmo dia em que foi lançado oficialmente pela Fundação Oswaldo Aranha (FOA) o seu hospital – H.FOA, em 5 de julho, também foi realizada a primeira cirurgia robótica do local com a utilização da plataforma Da Vinci X, um investimento feito recentemente pela instituição para procedimentos minimamente invasivos.

A cirurgia robótica fez parte do Mutirão de Cirurgias de Hérnia Abdominal, promovido no estabelecimento hospitalar pela Sociedade Brasileira de Hérnia (SBH), ao longo da semana passada, com aproximadamente 100 cirurgias pelo Sistema único de Saúde (SUS).

A plataforma Da Vinci X, usada para cirurgias robóticas do H.FOA, é um equipamento utilizado em todo o mundo e no Brasil existem pouco mais de 100 aparelhos em funcionamento. O H.FOA está na vanguarda da região Sul Fluminense com essa primeira plataforma instalada de Guarulhos (SP) até Duque de Caxias (RJ). Ela é amplamente utilizada em quase todas especialidades cirúrgicas, que vão do cérebro ao abdômen, sendo as principais: próstata, rim e hérnias abdominais.

Essa primeira cirurgia robótica (hérnia abdominal) foi executada pelo cirurgião e assessor da presidência da fundação, Heitor Santos, que também é vice-presidente da Sociedade Brasileira de Hérnia, umas das principais referências em Hérnia da América Latina, com ampla experiência em robótica:

“A tecnologia atrás da plataforma robótica agrega melhores resultados e recuperação em todos os casos, principalmente nos de alta complexidade.”

Leia também:  UniFOA Experience: a imersão no mundo universitário

Ainda de acordo com o cirurgião, atualmente, a cirurgia de hérnia da parede abdominal é um dos principais procedimentos realizados na plataforma robótica. Por isso, o Centro Médico do H.FOA vai inaugurar, em breve, o ‘Atendimento de Tratamento de Hérnias Abdominais’, com a participação de Heitor Santos e da cirurgiã Luciana Guimarães, ambos especialistas em robótica do H.FOA.

A realização da primeira cirurgia robótica foi um sucesso e, de acordo com a diretora médica do H.FOA, Luciana Guimarães, “a plataforma robótica abrange várias especialidades cirúrgicas, como urologia, cirurgia de hérnias, bariátrica, colorretais, oncológicas, ginecológicas e torácica, oferecendo aos pacientes de Volta Redonda e região Sul Fluminense opções de tratamentos menos invasivos e com melhores resultados”, garantiu.

 

Os benefícios das cirurgias robóticas

A plataforma Da Vinci X tem a tecnologia alemã; é fabricada nos Estados Unidos; comercializada pela Holanda e vem revolucionando as cirurgias em todo o mundo, com precisão e eficácia extraordinárias. O presidente da FOA, Eduardo Prado, é um dos mais entusiastas dessa nova tecnologia implantada no H.FOA e dos benefícios que ela trará aos pacientes que necessitam dos procedimentos.

“Quando o robô chegou, o H.FOA já tinha uma equipe capacitada para operar pela plataforma. São treinamentos intensos que o cirurgião precisa passar para obter a certificação e no hospital temos três profissionais certificados para manusear o aparelho. Fizemos a primeira cirurgia pelo SUS, que saiu de graça para o município e a paciente. Os procedimentos que poderão ser feitos com a plataforma vão do cérebro até a próstata, mas no H.FOA ainda não temos os cirurgiões certificados para o cérebro, mas podemos atuar em cirurgias do pescoço até a próstata”, garantiu.

Leia também:  Alunos de Design e Publicidade e Propaganda do UniFOA se preparam para a Seletiva Adobe Brasil 2024 

A eficiência do robô é impressionante, pois o cirurgião pode estar em outro país que consegue operar o paciente, com uma diferença de milésimo de segundos, conforme explicou Eduardo Prado.

“As cirurgias pelo O Da Vinci X são minimamente invasivas, pois faz-se pequenos orifícios para a passagem das pinças, que o cirurgião vai usar como se fossem suas mãos, mas com grande precisão. A parceria entre a inteligência artificial e a criatividade humana é maravilhosa, pois é como se fossem dois cirurgiões operando, mesmo que o robô obedeça aos comandos do cirurgião. A recuperação do paciente é incrivelmente mais rápida e confortável”, ressaltou.

A cirurgia robótica representa um avanço significativo na medicina moderna, oferecendo uma série de vantagens tanto para os pacientes quanto para os profissionais de saúde, e o diretor do H.FOA, Leonardo Prado, explica que ela corresponde muito mais:

“O projeto representa também um marco importante na democratização do acesso a tecnologias avançadas, já que realizamos as primeiras cirurgias do robô para pacientes do SUS. Esta iniciativa vai transformar a assistência médica pública de várias maneiras, pois embora o investimento inicial em tecnologia robótica possa ser alto, a redução nas complicações e o tempo de recuperação mais rápido podem resultar em economias significativas a longo prazo. Menos tempo de internação e recuperação mais rápida significam menor carga sobre os recursos hospitalares. Este é um passo crucial para garantir que todos os cidadãos tenham acesso às melhores práticas médicas disponíveis”, finalizou.

Leia também:  UniFOA realiza evento para estudantes do Ensino Médio

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas