Inteligência Artificial e o Consumidor é tema de aula magna do curso de Direito 

inteligência

Para marcar o início do ano letivo e simbolizar a inauguração do semestre, o coordenador do curso de Direito do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), professor Alan Pançardes, promoveu a Aula Magna, com a palestra “Inteligência Artificial nas Relações Consumeristas: Desafios e Estratégias Contra Fraudes Eletrônicas”, no auditório William Monachesi, no campus Olezio Galotti, em Três Poços, atraindo cerca de 400 pessoas entre professores, estudantes e comunidade.

O evento foi apresentado pelo coordenador do Escritório da Cidadania, Dario Aragão, que enalteceu o tema abordado, uma vez que no último dia 11 o Código de Defesa do Consumidor completou 33 anos e no dia 15 foi celebrado o Dia Mundial do Consumidor. Com dicas importantes para proteção dos dados, a palestra foi ministrada pelo professor do curso de Direito, Marcelo Shad e pelo defensor público e coordenador do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecom) do Estado do Rio de Janeiro, Thiago Henrique Cunha Basílio.  

A palestra foi desenvolvida em duas partes, sendo a primeira com as considerações do professor Marcelo Shad, explicando que, mesmo a IA não sendo um assunto novo, está cada dia mais em destaque, através de uma evolução significativa. Usando a linguagem de algoritmos e as informações recebidas, a IA pode também ser empregada de forma a prejudicar as pessoas, através de influência e manipulação. O destaque é que a inteligência artificial sempre usa os dados fornecidos pelos próprios usuários.  

“Com o passar do tempo, as informações postadas sobre o cotidiano de cada pessoa são transformadas em “conhecimentos” para a IA, que vai formando uma espécie de banco de dados sobre as suas preferências e, a partir daí, começa a oferecer ‘recompensas’ agradáveis, como por exemplo posts sobre assuntos de interesse pessoal, causando aí a perda do autocontrole das próprias ações, uma vez que eles aparecem sem que fossem solicitados. Tudo isso é concebido através dos hábitos que são expostos à internet no dia a dia”, explicou Shad.  

Leia também:  Clube FOA promove o bem-estar físico

Para o coordenador Alan Pançardes, a escolha do tema é extremamente importante porque com o avanço da tecnologia, cada vez mais o consumidor tem sido vítima de fraudes e é necessário entender mais a relação entre o consumo e a Inteligência Artificial (IA): 

“Por isso é tão importante, para orientação da população e para os nossos alunos, ter conhecimento das fraudes que estão ocorrendo; verificar os dispositivos legais e práticos que podem ser utilizados para prevenir essas fraudes, além de orientar os clientes. Inclusive, os alunos do primeiro período do Direito desenvolveram uma cartilha de orientação e proteção ao consumidor, com a supervisão da professora Daniele Cavalieri”, afirmou. 

Fraudes advindas de manipulação da Inteligência Artificial 

A segunda parte da palestra foi ministrada pelo defensor público Thiago Basílio, explicando que o Direito do Consumidor é um assunto de todos, uma vez que celebramos pelo menos um contrato de consumo por dia e estamos sujeitos às mais diversas intercorrências. Ele aponta as fraudes bancárias como as causas de grande procura ao Nudecom, tal o número alto de denúncias, sendo a prevenção uma forma de proteger os consumidores em geral.  

A facilidade oferecida pelos bancos para o acesso ao crédito, visando principalmente ao idoso que consegue obter um empréstimo apenas inserindo o cartão na máquina, abriu caminho para as fraudes:  

Leia também:  Membros eleitos e indicados à CIPA tomam posse para a gestão 2022/2023

“Há uma oferta desenfreada de crédito, que hoje é usado pelos bancos através de diversas nomenclaturas como antecipação do 13º salário, do Imposto de Renda e até do FGTS e sempre com juros embutido nessas transações. Com os avanços tecnológicos e a IA, vemos o quanto somos impactados por essa nova realidade, pois a inteligência artificial interfere nesse mercado e passa a ‘ler’ as nossas preferências, encaminham propagandas direcionadas e nos convence”, salientou Thiago. 

Ainda de acordo com ele, as fraudes bancárias podem estar ocorrendo por causa dos nossos dados que estão circulando por aí o tempo todo e acabam dando a permissão, citando o recente golpe do IPVA, que vai para um site falso do banco e que gera um boleto falso. Dessa forma, damos espaço para a IA, que vem evoluindo nos padrões das respostas e até interfere nas nossas opiniões e interesses, já detectados pelos hábitos mostrados pela internet. 

“Os estados do Paraná e Paraíba criaram leis prevendo que, para o idoso conseguir um empréstimo, agora é obrigado a contratação presencial, evitando as constantes fraudes, não como forma de discriminação ao idoso, mas de proteção. Essas leis estaduais são reconhecidas pelo STF. Então as dicas são aumentar a sua proteção pessoal, como ter senhas de segurança mais difíceis; publicar menos informações nas redes sociais, e ter um canal de comunicação com os familiares, com frase própria para a proteção em situação de perigo”, alertou.

Leia também:  VIII Encontro UniFOA das Religiões e Tradições das Raízes de Matrizes Africanas e Nações do Candomblé acontece nesta terça-feira (21)

Alunos e comunidade aprovam Aula Magna 

Mesmo com a insistente chuva, o público que compareceu ao evento que marcou o início do ano letivo do curso de Direito do UniFOA, aprovou o tema em debate e aplaudiu muito os palestrantes. 

A aluna do primeiro período do curso de Direito, Izabela dos Santos Godin Ferreira, chegou ao evento acompanhada de toda a família: os pais João Ronaldo e Maria da Glória; a irmão Renata e o marido Fernando. “Ter o apoio da minha família é maravilhoso e impulsiona a trilhar o caminho com mais confiança e certeza que vai dar certo”, afirmou Izabela.  

Para o estudante do 10º período, Breno Leão a aula magna foi “muito boa e o tema abordado super relevante para o momento em que estamos vivendo. Os palestrantes falaram com propriedade sobre o assunto e apontaram pontos importantes que nos chamaram a atenção. E para finalizar, a professora Daniele Cavalieri expos um projeto acadêmico totalmente envolvido com o tema da palestra. Para mim, nota 10 para a aula magna. Por mais aulas assim”, comemorou.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas