O que é interdisciplinaridade no Direito? Entenda a sua importância

Se você deseja seguir a carreira em Direito, já sabe que essa é uma graduação com grade curricular bastante diversificada, não é? Apesar de ter uma carga grande de conteúdos práticos e relacionados às leis, o curso tem em sua base os conhecimentos teóricos de uma série de disciplinas humanas e sociais, tais como a Filosofia, a Ciência Política e a Sociologia.

Essa interdisciplinaridade no Direito é fundamental para guiar a prática jurídica. Afinal, mais do que leis, essa profissão lida com pessoas. Então, há muita complexidade teórica na atuação do bacharel. Quer entender mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Qual é a importância da interdisciplinaridade no Direito?

Cada vez mais, as diversas profissões têm buscado uma abordagem interdisciplinar. Com a modernização e a globalização experimentadas pela sociedade nas últimas décadas, as formas de conhecimento conversam entre si de forma mais frequente.

Não é à toa que muitos programas de graduação estão inclinados a aderir cada vez mais à interdisciplinaridade, por exemplo, por meio de projetos que integram mais de uma matéria por vez.

Além disso, logo no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o estudante se depara com questões interdisciplinares. Uma das competências esperadas no Exame é justamente que o aluno saiba mobilizar de forma crítica diferentes conhecimentos.

A origem do Direito também é interdisciplinar: na Antiguidade, a Filosofia, a Oratória e a Literatura andavam lado a lado e os homens das leis eram os homens das Letras. Com o tempo, essa área foi se tornando cada vez mais especializada e positivista — um movimento visto também em outros campos do conhecimento.

Leia também:  Confira os diferentes tipos de aprendizagem e saiba qual é o seu

A hiperespecialização, porém, está sendo deixada para trás com a tendência da interdisciplinaridade. No Direito não é diferente, e isso é muito benéfico. Afinal, um profissional com visão mais ampla é capaz de desempenhar melhor suas funções, sobretudo quando se trata de um trabalho com impactos diretos sobre a vida das pessoas.

Quais são os maiores desafios para a atuação interdisciplinar?

Como dito, um dos maiores desafios para a atuação interdisciplinar é a hiperespecialização do Direito, assim como de outras áreas. Com isso, cria-se um fenômeno de “sábios ignorantes”. Ou seja, profissionais que têm um conhecimento muito aprofundado sobre suas próprias áreas de conhecimento, mas que ignoram completamente as áreas vizinhas.

Muitas vezes, isso limita a atuação profissional. Podemos chegar a soluções pouco produtivas para problemas da sociedade apenas porque não sabíamos que a resposta para certo questionamento estava logo ao lado, bastava bater na porta do profissional de outra área.

Além dessa hiperespecialização, um ponto que limita a atuação interdisciplinar do bacharel em Direito é a pouca reflexão sobre a prática jurídica. Estamos tão acostumados a buscar somente conhecimentos 100% aplicáveis que deixamos de nos interessar pelas bases teóricas que guiam a aplicação.

Assim, existem cursos de Direito que abordam todas as leis, mas deixam de lado as discussões sobre fundamentos filosóficos, sociológicos, culturais e até mesmo políticos por trás da formação dessas leis. Assim, formam-se profissionais que atuam sem tanto senso crítico, apenas repetindo procedimentos.

Como desenvolver um perfil interdisciplinar no Direito?

A boa notícia é que é possível desenvolver um perfil interdisciplinar durante a graduação de Direito. Isso certamente contribuirá com uma atuação profissional mais significativa e humanitária no futuro. Então, anote as dicas abaixo!

Leia também:  Quais são os cursos da área de Ciências Sociais Aplicadas?

Faça conexões entre as matérias

Durante seus estudos, procure fazer conexões entre as matérias, refletindo criticamente sobre os conteúdos. Por exemplo, ao se deparar com um tópico do Estatuto da Criança e do Adolescente, tente relacioná-lo com temas do Direito Civil. Além disso, sempre que os materiais citarem leituras complementares, não deixe de aproveitar as recomendações para ampliar sua visão sobre aquele tema.

Vá além da sala de aula

A formação completa do profissional não se dá apenas na sala de aula. Para quem deseja desenvolver um perfil interdisciplinar e até mesmo destacar o currículo com diferenciais, vale a pena buscar cursos complementares e de extensão, além de atividades extracurriculares.

Essa dica também contribuirá para que você desenvolva habilidades e competências comportamentais — as chamadas soft skills. Elas são cada vez mais requisitadas no mundo do trabalho e favorecem uma atuação profissional mais empática, saudável e produtiva.

Fortaleça o networking

O famoso networking é uma excelente ferramenta para aumentar sua visão interdisciplinar. Esteja sempre presente em eventos, grupos de estudos e outras oportunidades para trocar experiências, sobretudo com colegas de outras áreas. Mesmo os conhecimentos que parecem ser muito distantes do universo jurídico podem agregar valor à sua formação profissional.

Adquira o hábito da leitura

Como dissemos, o Direito é uma carreira humana, mas fala-se muito sobre leis e pouco sobre pessoas. E, para compreender e lidar melhor com o ser humano, o estudante de Direito — sobretudo, os futuros advogados — podem ser muito beneficiados pela Literatura.

Leia também:  5 livros que todo futuro profissional de direito precisa ler

Afinal, os grandes escritores são especialistas em mergulhar nos mais diversos conflitos e emoções humanas. Além disso, advogar é contar uma história: uma petição é uma narrativa, que deve ser bem desenvolvida para gerar a devida reflexão e, assim, exercer a persuasão necessária. Não há nada melhor do que aprender sobre como contar histórias do que recorrer aos mestres das Letras.

Conte com uma boa instituição de ensino

Por fim, uma boa formação no Direito depende da escolha da instituição de ensino. Aqui no UniFOA, a tradição se alia à inovação dos métodos de ensino, o que proporciona aos nossos estudantes uma trajetória acadêmica voltada para os desafios reais da profissão.

Na matriz curricular do nosso curso de Direito, todas as disciplinas são alinhadas às demandas contemporâneas. Além disso, você conta com docentes altamente capacitados, infraestrutura completa e diversas iniciativas para enriquecimento da formação de nossos alunos, como programas de iniciação científica, extensão universitária, entre outras.

Conseguiu entender a importância da interdisciplinaridade no Direito? Como vimos, uma formação completa e humana depende do entendimento jurídico não apenas como uma aplicação automática de leis, mas sim como um fenômeno complexo, que passa por aspectos sociais, políticos, culturais, filosóficos etc. Assim, conversar com outras áreas é fundamental.

Além disso, uma boa instituição de ensino faz toda a diferença. Então, faça seu curso de Direito aqui com a gente e tenha uma formação de excelência!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas