Parceria FOA e CSN, com apoio da PMVR, impulsiona inovação e desenvolvimento

Parceria FOA e CSN, com apoio da PMVR, impulsiona inovação e desenvolvimento

A longa e produtiva parceria entre a Fundação Oswaldo Aranha (FOA) e a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) avançou mais um passo importante em direção à inovação e ao desenvolvimento da indústria de siderurgia. Executivos de ambas as instituições se reuniram na manhã de ontem (27) dentro da usina para discutir soluções, apresentar progressos e resultados de projetos em andamento, bem como explorar oportunidades futuras.

Nos últimos dois anos, a FOA apresentou à CSN um total de 23 projetos, dos quais cinco estão atualmente em andamento, com três deles em estágios avançados. O pró-reitor de planejamento e desenvolvimento do UniFOA e ex-diretor executivo de siderurgia da CSN, Márcio Lins, destacou o funcionamento eficaz do cronograma e a sinergia entre as partes. “Todos esses projetos são uma situação de ganha/ganha. A partir do reconhecimento dos projetos em andamento, a companhia está propondo novos desafios a FOA e ao UniFOA. A CSN tem interesse no desenvolvimento tecnológico relacionado a esses projetos, enquanto a FOA busca fortalecer a colaboração universidade e empresa”, afirmou.

Lins enfatizou que a FOA futuramente, por meio do seu Centro de Inovação e Tecnologia, visa estabelecer uma interação regular com outras empresas, transformando-se em uma prestadora de serviços de excelência. Ele ressaltou a importância dos processos adotados pela instituição de ensino para atender às demandas do setor produtivo, impulsionando o seu crescimento.

O presidente da FOA, Eduardo Prado, ressaltou o compromisso da FOA em levar tecnologia para agilidade e assertividade no processo de produção, além das melhores práticas acadêmicas para propor soluções por meio de pesquisa e inovação. Eduardo destacou ainda o impacto positivo na economia, empregabilidade e transformação da vida das pessoas e empresas.

Leia também:  Estudantes do UniFOA podem participar de projeto voluntário com carga horária para Atividades Complementares

“Não só as pessoas físicas, mas também as pessoas jurídicas, porque as empresas precisam de um processo mais inteligente, com mais eficácia em prol do desenvolvimento do país”, comentou.

Antes da reunião, o prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto, ligou para o presidente Eduardo Prado e manifestou total apoio aos projetos resultantes dessa parceria, disponibilizando-se para colaborar em qualquer aspecto relacionado ao município. Ele expressou seu comprometimento no auxilio em iniciativas que impactem o meio ambiente, fluxos dos processos produtivos ligados ao município de Volta Redonda e qualquer área vinculada à CSN que requeira apoio municipal.

Alexandre Lyra, diretor executivo de produção da siderúrgica, agradeceu a presença da FOA e destacou as necessidades da indústria, incluindo a modernização do parque tecnológico e a melhoria dos produtos. Ele ressaltou a importância de desenvolver profissionais da siderurgia em ambientes tecnológicos e modernos. A CSN vê na parceria com a FOA uma oportunidade significativa para avançar em direção à inovação e eficiência.

Diversos diretores e assessores da siderúrgica participaram desse encontro. “Ficou claro que a parceria entre universidade, setor produtivo e poder público, pode transformar o presente e, principalmente, o futuro. Estamos muitos felizes com essa tríplice parceria: educação, regulação e produção”, afirmou Eduardo Prado.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas