Perito Médico: quais as áreas de atuação desse profissional?

Quando você maratona aquelas séries policiais, como CSI ou Criminal Minds, seus olhos brilham ao ver o trabalho de um perito médico? Sim, é bem comum associar essa profissão às investigações criminais.

Logo, imaginamos o perito médico na cena de um assassinato, colhendo amostras e analisando materiais químicos e biológicos. Porém, as áreas judiciais e policiais não são as únicas opções nesse ofício.

Ou seja, é possível atuar em linhas como a previdenciária, as relações do trabalho e em empresas seguradoras, entre outras possibilidades.

Muita gente fica na dúvida sobre qual profissão escolher. Contudo, o melhor remédio para essa incerteza é conhecer melhor as áreas de seu interesse. Até porque existem muitos mitos sobre a maioria das atividades. Nesse sentido, que tal descobrir mais sobre o trabalho do perito médico? Então venha com a gente!

Quais são as obrigações do perito médico?

A principal responsabilidade do perito médico é sanar dúvidas técnicas sobre saúde em conflitos judiciais ou em protocolos de processos administrativos. Assim, com base em seu elevado conhecimento científico, esse expert produz laudos que vão ajudar a descobrir a verdade em relação às condições físicas das pessoas e suas causas.

Com o relatório desse profissional, um juiz terá clareza técnica para tomar uma decisão durante um processo de agressão ou homicídio, por exemplo.

Da mesma forma, um órgão previdenciário pode utilizar esses documentos para liberar ou negar um pedido de auxílio-doença ou de aposentadoria por invalidez.

Quais as áreas de atuação do perito médico e como são suas rotinas?

Com a formação em perito médico, é possível trabalhar em diversas áreas, como já adiantamos para você. Além disso, são ramificações muito diferentes umas das outras. Por essa razão, cada uma delas tem seu próprio cotidiano. A seguir, você confere as principais vertentes dessa carreira e como é o trabalho desse expert em cada uma dessas subáreas.

Leia também:  5 motivos para participar de um grupo de pesquisa na faculdade

Perícia Médica Administrativa

Na Perícia Médica Administrativa, o especialista pode atuar em empresas, em órgãos públicos do Executivo, Legislativo e do Judiciário, para escritórios de Direito, entre outras opções.

Mas o que ele faz na prática? Imagine que um servidor da Prefeitura “X” peça licença-médica por causa de uma doença. Nesse caso, o médico perito vai examinar esse trabalhador para comprovar ou descartar a incapacidade desse funcionário público para o trabalho.

Mais uma oportunidade é prestar consultorias para empresas para prevenir e amenizar os índices de periculosidade e insalubridade no ambiente profissional.

Perícia Médica Judicial

Por sua vez, na Perícia Médica Judicial, o profissional vai dar sua opinião técnica em processos que correm na Justiça. Geralmente, nesses casos, é preciso passar em concurso público.

Porém, existem exceções. Por exemplo: se não houver peritos médicos concursados em determinada região, o juiz pode nomear um de sua confiança que não pertença ao quadro de efetivos do Judiciário.

Além disso, a Perícia Médica Judicial pode ser exercida em áreas do Direito no mercado privado. Assim, o especialista presta assistência para advogados em ações judiciais indenizatórias, de responsabilidade corporativa, trabalhistas, entre outras.

Perícia Médica Legal

Esse profissional desenvolve elevado conhecimento em Ciências Biológicas. Por essa razão, ele vai atuar em análises de laboratório, pesquisando sobre resíduos químicos e biológicos.

Leia também:  Cancelamento digital: Os riscos e as consequências do boicote virtual  

Assim, tal perito pode determinar a causa da morte de alguém ou mesmo efetuar exame de corpo de delito em agressões e brigas. Digamos que essa especialidade é aquela que de fato se enquadra na fantasia das pessoas sobre o que é a profissão.

Perícia Médica Previdenciária

Já o perito médico previdenciário elabora laudos técnicos nos processos de concessão de aposentadorias por invalidez e de pedidos de auxílio-doença, por exemplo.

Desse modo, esse profissional pode trabalhar como concursado em órgãos como o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e institutos de Previdência de Servidores Públicos. Contudo, também há vagas para esse especialista em empresas que oferecem planos de Previdência Privada.

Perícia Médica Securitária

Por fim, mais uma escolha nessa carreira é a Perícia Médica Securitária, na qual o médico perito atua em empresas de seguro de vida. Nessa área, o profissional investiga a ocorrência de doenças preexistentes, mensura valores de indenização de acordo com os danos à saúde e também apura se uma morte de um segurado foi mesmo um acidente.

Como está o mercado de trabalho para o perito médico?

Devido à natureza dessa atividade, essa área oferece um cenário bastante estável. Afinal, são muitas as ramificações, sendo que faltam especialistas em Perícia Médica. Mais um atrativo é que essa é uma das profissões mais bem pagas do mercado de trabalho, com salário médio de R$ 13.522,00.

Outra boa notícia em relação à área é que são muitos os concursos públicos solicitando esse tipo de médico. Ou seja, é uma opção interessante se você busca segurança econômica.

Leia também:  Descubra o que faz um engenheiro eletricista em seu dia a dia

Além das áreas que já citamos, o perito médico também pode seguir a carreira acadêmica, dando aulas em faculdades de Direito, Medicina e pós-graduações correlatas.

Como entrar para essa profissão?

O primeiro passo para se tornar um perito médico é obter a graduação em uma faculdade de Medicina com boa reputação no meio da saúde. Após a conclusão do curso, deve-se fazer uma pós-graduação na área de Medicina Forense.

Nessa especialização, o estudante terá acesso a conhecimento científico, técnico e jurídico. Entretanto, caso você prefira, é possível se tornar perito com uma faculdade de Odontologia.

Nesse caso, o aluno é formado para ser um odontolegista, isto é, um cirurgião-dentista especializado em Odontologia Legal. Imagine que alguém assassinado é achado sem os documentos. Esse perito tem condições de analisar a arcada dentária para identificar a vítima.

Mas não é só isso: ele também pode trabalhar em acidentes ou crimes nos quais os corpos são muito danificados (como acidentes aéreos), também auxiliando no reconhecimento das pessoas.

Portanto, ser perito médico é uma escolha com boas chances profissionais. Afinal de contas, são muitas as ramificações e há pouca mão de obra qualificada nesse nicho.

Desse modo, o aluno tem condições de escolher se quer prestar um concurso e seguir a área pública ou se prefere a iniciativa privada. Neste último caso, é viável atuar em empresas, escritórios de advocacia, operadoras de seguros de saúde e muito mais.

Ficou com vontade de se inscrever para o vestibular desse curso? Então entre em contato com o Unifoa agora mesmo!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas