Fira Brasil: UniFOA participa do júri da etapa estadual em Volta Redonda

fira brasil

A etapa estadual do tradicional torneio de robótica – o Fira Brasil –, foi disputada pela segunda vez consecutiva em Volta Redonda, reunindo 43 equipes formadas por alunos das redes pública e privada de ensino de todo o Estado do RJ. O evento ocorreu nos últimos dias 5 e 6, no Shopping Park Sul e, mais uma vez, alunos do curso de Sistema de Informação do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) fizeram parte do corpo de jurados da competição.  

Foram 43 equipes inscritas na etapa estadual do Fira Brasil, sendo 10 formadas por estudantes da rede pública de ensino de Volta Redonda, além de times da cidade do Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Barra do Piraí e Niterói. O Fira Brasil é um evento que tem a finalidade de classificar equipes de todo o país para participar anualmente do Fira Robo World Cup (Copa do Mundo de Robótica), que será no Maranhão, em agosto.

“A participação dos estudantes do UniFOA é essencial para fomentar conexões com a sociedade e concretizar projetos de extensão que impactem significativamente as escolas do Sul Fluminense, promovendo inovação e tecnologia. A FIRA é um campeonato importante, e a presença dos alunos e professores do UniFOA como juízes é fundamental para garantir a credibilidade e a transparência dos resultados, assegurando que a classificação das escolas participantes seja justa e incontestável. Além disso, essa participação reforça a visibilidade do UniFOA como um parceiro comprometido com eventos de ciência e tecnologia”, ressaltou professor Koffi Amouzou.

Leia também:  UniFOA abre inscrições do Vestibular 2023.2 para graduações presenciais

Professores e alunos acompanharam os dois dias de disputa como voluntários, sendo juízes do evento e receberão certificados pelo reconhecimento das suas contribuições.

Para Samuel Lima, que está no 5º período do curso de Sistema de Informação (SI) do UniFOA, a participação no evento é muito importante, porque oferece a chance de aplicar na prática o que aprendendo em sala de aula sobre tecnologia e engenharia: 

“É ainda uma ocasião para desenvolver habilidades, como trabalhar em equipe, resolução de problemas e criatividade, que são essenciais para nossa futura carreira. A participação dos alunos é intensa e cheia de entusiasmo, pois todos se dedicam sendo juízes das provas, onde aprendemos muitas coisas como construção e programação dos robôs para os desafios da competição e também trabalhando para melhorar sempre o desempenho e desenvolvimento das equipes”, salientou. 

Como o evento atrai participantes de diversas regiões do Rio de Janeiro, os graduandos comemoram a troca de conhecimentos, experiências e aprendizado, além da oportunidade de networking. 

“O Fira pode ser traduzido como uma grande chance de aumentar o conhecimento em robótica, automação e programação, além de termos noções de gestão de projetos e convivência com estudantes de outras instituições e regiões. Quando entrei na faculdade de Sistema de Informação, tinha vontade de participar de eventos como esse, mas não sabia que seriam desafiadores e gratificantes. Tem sido uma grande experiência me inspirando a buscar ainda mais oportunidades na área de tecnologia”, concluiu Samuel.

Leia também:  Histórias de Aço: Estudantes de Publicidade e Propaganda e de Jornalismo lançam podcast sobre Volta Redonda

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas