Vida de universitário: como conciliar responsabilidades e diversão?

Já falamos aqui no blog sobre como equilibrar lazer e estudo na fase pré-vestibular. Neste post, vamos trazer dicas que se aplicam melhor ao momento seguinte da sua formação acadêmica. Afinal, não só de cadernos e livros é feita a vida de universitário.

É importante falar sobre esses momentos separadamente, porque a vivência na faculdade é muito diferente da vivência da escola ou do cursinho. Além do aprendizado técnico e profissional que um curso superior permite, está a possibilidade de conhecer pessoas muito diferentes de você e de se enriquecer culturalmente.

Vem com a gente e fique por dentro de 8 dicas infalíveis para ajudar você a conciliar melhor os dois mundos: o estudo e a diversão!

1. Planeje o seu estudo

O planejamento de estudo sempre será o primeiro passo, a dica primordial para dar conta dos compromissos da vida de universitário de forma eficiente. Você precisa criar um cronograma realista, ou seja, que abra espaço para outras atividades e que reflita o seu hábito de estudo.

Não adianta fazer um planejamento de 30 horas de estudo semanais se você só tem o costume de estudar a metade desse tempo. Assim, você não corre o risco de se frustrar com metas inalcançáveis.

Privilegie também os seus horários mais produtivos do dia, respeitando, assim, seu relógio biológico. Se você sente que compreende melhor suas leituras à tarde, por exemplo, deixe suas outras atividades para o horário da manhã e esse período livre para estudar.

2. Não abra mão do lazer

Quando elaborar sua programação semanal, leve em consideração que é fundamental relaxar também. Incorpore na sua rotina atividades físicas, de lazer e culturais para gastar energia e arejar a sua mente.

É importante que esses momentos também sejam planejados, pois caso se choquem com seu horário de estudo, você pode realocá-los para outra hora, e isso não comprometerá suas metas. Lembre-se também de que eventos de última hora devem ser evitados ao máximo!

Leia também:  Professor do UniFOA representará Brasil em projeto na Alemanha

3. Divida suas tarefas em tarefas menores

Essa é uma ótima forma de manter o controle das suas metas. Em vez de planejar, por exemplo, terminar de ler um livro até o fim do mês, divida os capítulos por semana e atribua datas-limite para cada capítulo ao longo do mês.

Tarefas pequenas são a melhor arma contra a procrastinação, que é nosso hábito de deixar para amanhã o que precisa ser feito hoje. Você não precisa esperar os últimos cinco dias do mês para lembrar que não leu nada do livro ainda, o que vai trazer estresse e prejudicar seu rendimento.

Com a divisão em tarefas menores, no fim de cada semana, você consegue acompanhar o seu progresso e descobrir se está dando conta ou não das suas atividades da vida de universitário.

4. Não acumule as matérias

Lembra que falamos há pouco da procrastinação? Pois é, esse é um hábito prejudicial, visto que tem como resultado o acúmulo de matérias e trabalhos da faculdade. Dessa forma, se antes você tinha a oportunidade de estudar cada tópico com tranquilidade, buscar referências e até tirar dúvidas com o professor, quando as disciplinas se acumulam, o tempo fica curto para dar conta de tudo.

Tenha em mente a importância de usar uma agenda (em papel ou digital), o que vai ajudar na gestão do tempo, no estabelecimento das prioridades e na organização dos estudos. Isso porque você determina qual matéria vai estudar em cada dia da semana, evita que elas se acumulem e se prepara para as provas sem estresse.

5. Prepare-se também para as aulas

Muitos estudantes não fazem bom uso do tempo em sala de aula e depois se apertam nos estudos. Não esqueça que o tempo da aula também é um tempo de estudo, por isso exige foco e, principalmente, preparação.

Leia também:  Em busca de excelência, Projeto Remar reúne representantes FOA/UniFOA

Utilize os cronogramas de cada aula para fazer uma leitura prévia da matéria antes que o professor fale sobre ela. Pode dar a impressão de ser um trabalho dobrado, mas não é! Por incrível que pareça, você economizará tempo com esse método e vai ficar mais fácil entender o assunto tratado e fixá-lo.

Com uma leitura prévia, o aluno será capaz de formular dúvidas mais objetivas e comentários mais certeiros. Dessa forma, também vai ficar mais fácil prestar atenção e ajudar a tirar notas altas nas provas, pois você já conhecerá um pouco o tema.

6. Tenha foco

Para conciliar responsabilidade e diversão, é necessário se concentrar na hora de estudar para ter um bom rendimento e poder curtir o agito da vida de universitário sem peso na consciência.

No entanto, sabemos como as disciplinas na faculdade exigem bastante do aluno, sendo difícil ter o foco necessário para assimilar bem todos os tópicos. Nessa hora, existem alguns métodos de estudo que podem ajudar, como:

  • fazer resumos e, desse modo, ter atenção para extrair o mais importante de cada assunto;
  • estudar escrevendo à mão, pois esse processo também ajuda o cérebro a fixar melhor os temas.

Contudo, o que atrapalha a concentração de muitos estudantes não é escolher uma técnica de estudo e sim as distrações. Às vezes, você nem percebe, mas fica conversando com os colegas na hora da leitura ou checando se tem novidades no celular.

Com isso, sua atenção vai embora e, cada vez que tenta retomar os estudos leva um tempo até conseguir se concentrar de novo. A dica é ter um canto só para estudar, onde seja possível ter a tranquilidade para fazer as leituras e exercícios. Além disso, desligue os eletrônicos para não se distrair.

Leia também:  O tempo ócio na formação escolar

7. Encontre um grupo de estudo

Na faculdade, os conteúdos ficam mais complexos e a cobrança é maior. Por isso, ter pessoas a quem recorrer no caso de dúvidas ou mesmo para aprofundar as discussões, além dos professores e monitores, é muito importante.

No decorrer da graduação, você encontrará colegas com um perfil de estudo parecido com o seu, então proponha a eles a formação de um grupo de estudo. Além de ajudar com as dúvidas, estudar com outras pessoas pode ser uma grande motivação. Fica mais fácil levantar da cama no final de semana se o aluno sabe que tem gente o esperando para estudar, não é?

No caso de o seu curso ter muitos trabalhos em grupo, essa dica se torna muito mais importante. Isso porque dá para formar um grupo mais ou menos fixo para essas atividades. Como vocês já compartilham dinâmicas e horários de estudo, ficará muito mais fácil entregar um bom trabalho.

8. Respeite seus limites

Por último, apesar de a necessidade de ter rigor com os estudos, é preciso saber respeitar seus limites. Então, não reduza as horas de sono para colocar as matérias em dia e tente repousar um pouco quando sentir que está cansando. Descontrair com os amigos depois de uma semana cheia de provas também vai ajudar você a recarregar as energias para ter mais produtividade no próximo semestre.

Para curtir a vida de universitário, é essencial saber equilibrar os estudos e a diversão. Com planejamento e organização, dá para tirar boas notas sem deixar de aproveitar os bons momentos que a faculdade proporciona!

Gostou das nossas dicas? Quer saber mais alguma coisa da vivência do ensino superior? É só deixar seu comentário neste post!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas