9 áreas da Educação Física que você precisa conhecer

Se você adora esportes e quer se dedicar à área da Saúde, pode se dar bem como profissional de Educação Física. Muita gente tem vontade de fazer esse curso, mas acha que o campo de atuação se restringe às academias ou escolas.

Mas saiba que, na realidade, o mercado de trabalho é vasto, com diferentes áreas da Educação Física para você construir sua carreira. Inclusive, o aumento da busca por saúde e bem-estar entre as pessoas é um ótimo sinal para quem quer se dedicar a essa profissão.

Quer descobrir as principais possibilidades de atuação? Então vem com a gente e descubra como esse curso pode ter tudo a ver com você ao conhecer 9 oportunidades nessa área!

O que faz um profissional de Educação Física?

Quem decide seguir essa carreira, precisa, primeiramente, escolher qual modalidade de curso quer fazer: licenciatura ou bacharelado. Veja a seguir as atribuições de cada uma:

  • licenciatura — é o curso que prepara você para dar aulas de Educação Física no Ensino Infantil, Fundamental e Médio. Assim, você pode trabalhar como professor em escolas públicas e privadas;
  • bacharelado — é direcionado para outras áreas que envolvem a Educação Física. Alguns exemplos são centros esportivos e estabelecimentos relacionados com saúde e lazer.

Assim, o profissional pode atuar dando aulas, orientando a prática de esportes e atividades físicas ou ainda na promoção da saúde. É, portanto, uma carreira para quem quer trabalhar ao lado das pessoas, gosta de se comunicar e tem senso de liderança.

Quais são as principais áreas da Educação Física?

Se você apostar na carreira de educador físico, pode trabalhar em diferentes segmentos, inclusive empreendendo; ou seja, no gerenciamento da sua própria academia, por exemplo.

Leia também:  O que esperar da faculdade de Medicina?

Acompanhe abaixo algumas áreas da Educação Física que podem estar no seu radar de oportunidades profissionais:

1. Ensino

É um segmento direcionado para quem fez a licenciatura. O profissional atua como professor de Educação Física para crianças e jovens em escolas públicas e privadas. Pode ainda ocupar a função de coordenador escolar, especialmente se desenvolver sua formação pedagógica e administrativa.

2. Orientação e supervisão de atividade física

O profissional encontra espaço em academias, condomínios, spas e clubes. É o responsável pela elaboração e supervisão de programas de exercícios físicos para diferentes tipos de públicos, incluindo crianças, idosos e pessoas com algum tipo de deficiência. A profissão de personal trainer é uma das mais procuradas nesse segmento!

Ter a supervisão de uma pessoa que é especializada em Educação Física faz toda a diferença para a segurança e a conquista dos resultados esperados. Em alguns casos, é obrigatório contar com esse profissional, o que é positivo para quem se formou na área.

3. Esportes

O foco esportivo normalmente é para quem quer atuar como treinador ou preparador físico de atletas e equipes esportivas de diferentes modalidades. Times de futebol, vôlei ou basquete precisam de educador físico, assim como atletas individuais que se dedicam a atividades de alta performance.

4. Recreação

Provavelmente você já viu que alguns hotéis, clubes, resorts e estabelecimentos afins promovem recreação — tanto para o público infantil quanto para outros perfis. Porém, o correto é que isso aconteça com a orientação de um profissional da Educação Física para fazer o planejamento, a elaboração e a supervisão das atividades recreativas.

5. Saúde

Essa é uma vertente voltada para a reabilitação física, em que o profissional pode trabalhar em clínicas médicas e hospitais sempre em conjunto com outros especialistas.

Leia também:  Conheça 4 carreiras para crescer na área ambiental

A Saúde é uma área tão abrangente que absorve gente da Educação Física e de várias outras especialidades, sendo uma possibilidade muito interessante para quem tem o propósito de contribuir com o bem-estar das pessoas.

6. Pesquisa

Além da carreira como docente da Educação Básica, é possível escolher o segmento acadêmico mais voltado para a pesquisa. Essa área é para quem gosta de estudar, fazer análises, testar hipóteses e tentar encontrar soluções como métodos de tratamento para doenças ou lesões.

É bem comum ter equipes multidisciplinares em institutos de pesquisa, universidades e até empresas que queiram desenvolver produtos para um segmento específico. Nesses casos, os educadores físicos somam seus conhecimentos com profissionais de outras áreas.

7. Empreendedorismo

O educador físico nem sempre precisa procurar emprego no mercado de trabalho após terminar a formação. Abrir o seu próprio empreendimento pode ser uma excelente oportunidade, envolvendo benefícios como maior liberdade na rotina e a chance de multiplicar o retorno financeiro.

Já pensou em ter uma academia ou um studio de treinos personalizados? Uma dica para quem tem esse interesse é estudar sobre gestão de negócios. As habilidades administrativas fazem a diferença no sucesso do empreendimento.

8. Ginástica laboral

A importância do setor de Recursos Humanos tem crescido cada vez mais, levantando temas como a relação entre a produtividade dos trabalhadores e sua saúde e bem-estar. Logo, oferecer ginástica laboral no ambiente de trabalho é uma das estratégias mais adotadas por empresas de todos os tipos.

As atividades físicas propostas pelo profissional de Educação Física conseguem promover um estilo de vida mais saudável, além de ajudar a evitar doenças e acidentes.

Leia também:  Acabou! Saiba o que pode fazer depois do fim do Ensino Médio

9. Setor público

Fazer um concurso público é ideal para quem busca estabilidade, apesar de ser um desafio se preparar para o processo seletivo e enfrentar a concorrência. Há ainda a possibilidade de entrar para o setor público recebendo uma nomeação para ocupar um cargo, como o de professor ou consultor para ajudar a criar e acompanhar o desenvolvimento de ações para a população.

Onde fazer essa graduação?

Quem decide fazer a graduação em Educação Física deve avaliar uma série de fatores na instituição de Ensino Superior. A formação precisa apresentar uma matriz curricular completa e atualizada, além de um corpo docente de qualidade e uma boa infraestrutura.

No UniFOA, que oferece as modalidades licenciatura e bacharelado em Educação Física, existe uma preocupação grande com a parte prática. Por isso, além de amplas salas de aulas e bibliotecas, oferecemos:

  • laboratórios (de avaliação antropométrica, anatomia e informática);
  • academia de musculação;
  • sala de lutas;
  • piscina aquecida;
  • sala de dança;
  • quadra de tênis;
  • quadra poliesportiva;
  • ginásio poliesportivo.

Além disso, os alunos de Educação Física participam de aulas de campo, jornadas científicas, congressos e projetos sociais. Ou seja, a experiência de aprendizagem é dinâmica e completa, o que permite uma formação de alta qualidade.

Viu só como há diferentes caminhos para seguir nessa profissão? São várias áreas da Educação Física com boas oportunidades no mercado de trabalho. O importante é fazer o curso em uma faculdade reconhecida e descobrir qual segmento atende melhor ao seu perfil e às suas expectativas.

Então, aproveite para conhecer o curso do UniFOA e fazer a melhor escolha para iniciar sua carreira!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas