Engenharia do UniFOA promove projeto do uso consciente de energia em Pinheiral

engenharia

Os acidentes envolvendo eletrodomésticos e gás de cozinha causam muitas vítimas no Brasil. De acordo com o Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica 2023, produzido pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), ocorreram 1.828 acidentes no Brasil somente relacionados à energia elétrica, resultando em 686 mortes. Segundo o estudo, apenas em Minas Gerais, foram 132 ocorrências que resultaram em 35 óbitos no ano passado.

Mesmo o número já sendo alto, a Abracopel acredita que os números reais possam ser até três vezes maior, uma vez que nem todos os incidentes são registrados pela associação. Portanto, é provável que o número de mortes relacionadas a acidentes elétricos no Brasil esteja mais próximo de 2 mil.

Pensando em contribuir para uma mudança nessa situação, o curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), com apoio do curso de Engenharia Mecânica, organizaram uma ação de conscientização através de um projeto integrado. O projeto tem por objetivo esclarecer para os alunos do Ensino Médio do CIEP 291 – Dom Martinho Schlude, de Pinheiral, as maneiras mais seguras para o uso correto de aparelhos elétricos e gás de cozinha em ambientes residenciais e comerciais.

Como diferencial da iniciativa será apresentado aos alunos que cursam disciplinas profissionalizantes de eletricidade do CIEP, na forma treinamento, a entrega de uma cartilha detalhando esses cuidados básicos com a eletricidade e o gás de cozinha. Todas as atividades a serem executadas nas fases do projeto serão supervisionadas e orientadas pelos docentes de acordo com as práticas profissionais de cada curso.

Leia também:  Mais de mil pessoas são atendidas no UniFOA +Social

De acordo com a Abracopel, os principais causadores de acidentes elétricos são fios desencapados e de má qualidade, utilização de “T’s” e benjamins (que são grandes causadores de incêndios), mau uso da energia, acidentes na construção civil, entre outros. Essas situações podem levar a incêndios, danos aos equipamentos elétricos e, em casos mais graves, lesões ou até mesmo a morte.

Quanto ao gás de cozinha, um dos incidentes mais comuns é o vazamento de gás, devido problemas de instalação inadequada, conexões desgastadas ou danificadas, equipamentos defeituosos ou até mesmo a falta de manutenção regular. O vazamento pode causar um desastre enorme, como explosão, incêndio do local e até mesmo asfixia se o local não tiver ventilação.

Durante as atividades do projeto integrado, serão abordados tópicos básicos, mas muito importantes para o manuseio correto de utensílios domésticos que podem causar acidentes relacionados a eletricidade e gás de cozinha. Os cuidados essenciais para o uso correto de pontos de energia, iluminação e eletrodomésticos serão abordados juntamente com o uso consciente da energia com uma perspectiva socioambiental e econômica:

“A ação tem como um dos objetivos principais conscientizar os alunos CIEP 291, para que eles também possam espalhar os conhecimentos adquiridos para família e amigos”, declarou Izabel Mota, coordenadora e professora de Engenharia Mecânica, sobre os principais propósitos da iniciativa. A professora ainda afirmou que o projeto também pode ajudar a diminuir a quantidade de casos de acidentes domésticos, muito comuns no Brasil:

Leia também:  Curso de Ciências Biológicas realiza 3º Fórum de Zoologia e XIV Semana da Biologia

“Infelizmente, não é novidade que grande parte da população desconhece as normas básicas de segurança no uso da eletricidade e gás de cozinha. Isso é comprovado tendo em vista os muitos acidentes domésticos que acontecem no nosso país”

O planejamento do projeto inclui reunião com a coordenação, professores e estudantes responsáveis pela proposta, levantamento bibliográfico e a confecção da cartilha. Dentro de todo esse processo, o curso de Engenharia Elétrica busca sistematizar os conhecimentos adquiridos pelos estudantes nos períodos já cursados, como também, oferecer vivência de prática profissional mediante aplicação do conhecimento em situações reais.

Uma das principais metas do programa é desenvolver as habilidades sociocultural e ambiental dos estudantes, além de permitir que o docente atue em ações sociais e se atualize e humanize com os problemas da comunidade:

“Estou conseguindo aplicar de forma prática os conhecimentos adquiridos em instalações elétricas e materiais elétricos, fundamentais para os desafios técnicos enfrentados. Destaco o significativo aprendizado em liderança e trabalho em equipe, habilidades cruciais para coordenar esforços e alcançar resultados eficazes em projetos complexos” afirmou Bernardo Mazoto, estudante do 7º período de Engenharia Elétrica. Bernardo ainda ressaltou que a experiência adquirida pelo projeto está possibilitando o aprimoramento de alguns de seus atributos comunicacionais, sobretudo sua capacidade de se comunicar em público:

“Um dos aspectos mais significativos dessa experiência é a oportunidade de aprimorar minhas habilidades de comunicação ao falar em público para uma plateia desconhecida. Esse desafio está contribuindo significativamente para o desenvolvimento da minha capacidade de expressão oral e para a confiança em minha habilidade de transmitir ideias de forma clara e persuasiva”.

Leia também:  PIBITI/CNPq: Inscrições prorrogadas até 21 de outubro

A avaliação dos estudantes nas atividades será realizada pelos professores que acompanharão todas as atividades, avaliando a interação e desenvoltura dos discentes nas práticas entregues em todas as etapas. Os discentes serão avaliados de acordo com o seu desenvolvimento e entrega dos produtos sob sua responsabilidade, verificando o atendimento a qualidade e prazo definidos para as atividades.

No final do projeto será gerado um relatório final no qual o discente irá descrever suas percepções em relação à sua participação nas atividades.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas