ENEM: qual o momento ideal para começar a estudar?

Diz o ditado que a pressa é a inimiga da perfeição. E, seguindo essa lógica, para se sair bem no dia do Enem, o melhor mesmo é estudar com bastante antecedência, não é mesmo?

O exame será realizado nos dias 3 e 10 de novembro. São 45 questões de cada área do conhecimento, além da prova de redação. Então, quanto antes você começar a se organizar, mais preparado estará no momento da avaliação.

E para incentivá-lo a encarar esse desafio, separamos algumas dicas de como começar a estudar para o Enem. Coloque-as em prática e fique mais perto de ingressar no ensino superior. Vamos lá?

Construa um planejamento eficiente

Desenvolver um cronograma organizado e estabelecer uma rotina desde o início do ano (ou o quanto antes) é ideal para que você consiga garantir uma boa produtividade nos estudos. É uma maneira de conseguir repassar todos os conteúdos e, portanto, estar mais preparado para o dia do exame.

Uma boa dica de como começar a estudar para o Enem é descobrir em qual momento do dia o seu rendimento é melhor. Em outras palavras: respeite o seu relógio biológico. Por exemplo, se você tem mais energia e consegue se concentrar melhor pela manhã, crie a sua rotina de estudos nesse horário.

Depois de estipular o horário mais adequado, é necessário organizar as matérias que serão vistas a cada dia e o tempo de estudo para cada uma — de acordo com o seu nível de dificuldade.

O segredo é aprender a se organizar para não deixar nenhum conteúdo para trás e manter a disciplina para seguir o seu cronograma de estudos.

Leia também:  6 principais áreas da engenharia elétrica

Escolha o método de estudos que mais combina com você

Existem ótimas técnicas — como o método Pomodoro, a curva de esquecimento ou os mapas mentais — que podem ajudá-lo a intensificar a sua aprendizagem e aumentar o seu potencial de retenção dos conteúdos.

A técnica Pomodoro, por exemplo, divide seu fluxo de trabalho em blocos. Funciona assim: você estuda por 25 minutos ininterruptamente e descansa por 5 minutos. A cada 4 ciclos, a pausa pode ser maior, de 15 minutos, para que você possa descansar.

Com tempo hábil para se preparar, você tem a possibilidade de descobrir qual desses métodos se adapta mais ao seu perfil. Desse modo, pode utilizar todos os benefícios que eles oferecem nos estudos para o Enem 2019.

Mantenha o foco nos conteúdos mais difíceis

Quando não temos afinidade com uma disciplina, logo vem uma vontade de pular para aquele assunto que julgamos mais interessante, não é mesmo? Mas é justamente essa matéria — na qual temos dificuldade — que merece uma atenção especial.

Por isso, vale a pena respirar fundo e priorizar esses conteúdos, bem como as áreas que mais pontuam no exame — como Matemática e redação.

Desse modo, se você quer descobrir as melhores técnicas de como começar a estudar para o Enem, saiba que o importante é dedicar um tempo maior para esses temas, seja nas leituras, exercícios e, principalmente, na revisão.

Naqueles dias mais difíceis de se concentrar, procure variar o jeito de estudar. Como? Assistindo às videoaulas da internet disponíveis para a maioria dos conteúdos cobrados. Existem também aplicativos que oferecem uma série de exercícios e até jogos para você treinar para a prova de uma forma mais descontraída.

Leia também:  Conheça os 5 assuntos de português que mais caem no Enem

Resolva provas anteriores

Quer ficar craque no formato e tipo de questões do Enem 2019? Então, pegue as provas anteriores e mãos à obra! Na web, você encontra os exames de todos os anos e, assim, pode treinar bastante.

É uma maneira de descobrir os temas com os quais tem mais dificuldade e em qual tipo de enunciado perde mais tempo para resolver. Com isso, pode direcionar melhor seu plano de estudos.

É também um bom exercício para ficar por dentro dos tópicos mais recorrentes de cada área do conhecimento e, assim, dar aquela caprichada na revisão. No caso da redação, por exemplo, o exame já trouxe temas variados, como:

  • manipulação de comportamento pelo controle de dados na web;
  • busca por padrões de beleza idealizados;
  • racismo no Brasil;
  • intolerância religiosa no Brasil.

Faça simulados

Você estuda o ano todo, mas na hora de fazer a prova do Enem fica nervoso com o tempo curto para resolver as questões e preencher o gabarito? Então, inclua nos seus estudos a realização de simulados.

Você pode utilizar as provas anteriores ou modelos que seguem o padrão do exame. A dica é separar um dia só para se concentrar durante 4 ou 5 horas na prova. Utilize um cronômetro para não se perder e descubra como está o seu desempenho.

Leia também:  O que é interdisciplinaridade no Direito? Entenda a sua importância

Leve a sério o simulado, ou seja, escolha um local tranquilo, separe uma caneta e deixe uma garrafa de água na mesa. Não interrompa a realização da prova para olhar o celular, pegar algo para comer ou conversar com outras pessoas. Também não vale consultar nenhum material, ok?

Depois corrija as questões e descubra quais temas você deve priorizar nos estudos e quais já está dominando bem.

Treine a redação

A redação tem um peso grande na prova. Portanto, uma das maneiras de como começar a estudar para o Enem é, justamente, treinar a escrita do tipo de texto pedido, que é o dissertativo-argumentativo.

A dica é refletir sobre o tema proposto, organizar as ideias e argumentos que vai utilizar e escrever uma redação objetiva, ou seja, sem enrolação.

Em seu cronograma de estudos para o Enem 2019, você pode estipular, por exemplo, que deve fazer uma redação por semana. Em pouco tempo, você ganha habilidade com esse tipo de texto e pode arrasar no dia da prova.

Estudar com antecedência para o Enem 2019 vai permitir que você absorva os conteúdos com mais tranquilidade e tenha mais tempo para solucionar as suas dúvidas. É uma tática importante também para que você possa equilibrar sua rotina, reservando um espaço extra na agenda para relaxar e descansar a mente.

Agora você já sabe como começar a estudar para o Enem. Se também tem dúvidas sobre qual carreira seguir, descubra que não há motivos para ficar inseguro em fazer o teste vocacional!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas