Física e vestibular: saiba quais são os assuntos mais cobrados

Nós sabemos que Física e vestibular são duas palavras que tiram o sono de muitos dos estudantes que estão às vésperas de concluir o Ensino Médio. É algo compreensível, se pensarmos no volume de conteúdos exigidos pelos processos seletivos das diversas faculdades do país, além das dificuldades que alguns dos alunos costumam encontrar nas disciplinas exatas.

No entanto, essa fase de preparação não precisa ser um bicho de sete cabeças! Afinal, assim como ocorre com as outras disciplinas, o mais importante é que o estudante mantenha a calma para conseguir aprimorar o seu aprendizado e manter-se confiante para o vestibular.

Para dar uma forcinha, preparamos este post com uma lista dos principais assuntos abordados nas questões de Física e que, com certeza, vão fazer a diferença para os seus estudos. Continue a leitura e confira!

Mecânica

Vamos começar falando sobre um dos tópicos mais extensos da disciplina de Física: a Mecânica. Essa área tem como campo de estudo os conceitos relacionados ao movimento, à energia e às forças que atuam sobre a matéria, e está dividida nos assuntos a seguir!

Cinemática

Esse primeiro ramo é responsável por estudar e classificar os tipos de movimento, que estão divididos em uniforme, uniformemente variado e circular. Nele, é possível comparar os diferentes movimentos, mas sem lidar com a causa de seu deslocamento — isso será assunto para a Dinâmica.

Dinâmica

Como vimos acima, enquanto a cinemática identifica as características de cada movimento, a dinâmica tem a função de compreender as suas forças causadoras. Para isso, ela se apoia nas três leis de Newton:

  • a lei da inércia;
  • o princípio fundamental da dinâmica;
  • a lei da ação e reação.

Estática

Essa área de estudo da mecânica tem o objetivo de avaliar os fatores que levam um corpo a se manter em equilíbrio ou em repouso, até que alguma força o faça entrar em movimento.

Trabalho, potência e energia

Esses três tópicos estão entre os mais abordados nas questões de vestibular e também entre os que exigem mais atenção por parte dos alunos. De forma resumida, podemos apresentar a relação entre eles da seguinte forma:

  • o trabalho mede a quantidade de energia recebida ou liberada por um corpo quando é colocado em deslocamento por determinada força;
  • a potência, por sua vez, está relacionada à forma como a energia é transformada — ou nesse caso, a velocidade com que o trabalho é realizado.
Leia também:  Desvendando o déficit de aprendizagem: compreendendo e superando desafios

É interessante observar que as questões do vestibular sobre as áreas da mecânica podem abordar tanto as partes teóricas quanto exigir o uso de fórmulas e cálculos. Por isso, é importante que você se aprofunde nos conceitos, mas também reserve um tempo especial para focar nos exercícios e nas atividades práticas.

Hidrostática e hidrodinâmica

Nesses dois conceitos, o ponto em comum é o estudo da água e dos gases. No entanto, enquanto a hidrostática avalia a pressão e o equilíbrio dos elementos submetidos à ação da gravidade, a hidrodinâmica volta a sua atenção aos mesmos gases e líquidos, mas em situação de repouso.

Aqui, é importante que você esteja familiarizado com conhecimentos sobre densidade e volume, massa específica e empuxo, além dos teoremas de Stevin e de Arquimedes para compreender as questões propostas e utilizar as fórmulas corretas para resolvê-las.

Termologia

Essa é a área da Física que estuda as leis da termodinâmica, as trocas de calor e as transformações causadas pelas mudanças de temperatura e pressão.

Para gabaritar no vestibular, é essencial que você conheça alguns conceitos como as escalas termométricas mais utilizadas nas questões — Celsius (°C), Kelvin (°K) e Fahrenheit (°F) —, saiba como convertê-las e entenda as mudanças de estado da matéria, os fenômenos de contração e dilatação, e o equilíbrio térmico.

Magnetismo e eletromagnetismo

O magnetismo é o campo de estudo responsável por compreender a relação de atração e repulsão dos ímãs e de determinados metais a partir da existência de um polo negativo e outro positivo. Quando falamos em eletromagnetismo, pressupomos a existência de um campo magnético e de cargas elétricas que se movimentam nesse espaço.

Nos processos seletivos, é muito comum encontrarmos questões ligadas a bússolas ou ao campo magnético natural do planeta Terra. No entanto, vale a pena se aprofundar também nos exercícios sobre campos magnéticos para não cair nas famosas “pegadinhas”.

Eletricidade

A eletricidade, focada no estudo das cargas elétricas, é outro conceito bastante abordado nos processos seletivos de diversas faculdades, e, assim como a mecânica, pode ser dividida em diferentes campos de estudo:

  • eletrostática, que avalia os efeitos produzidos por cargas elétricas em estado de repouso;
  • eletrodinâmica, que, ao contrário da eletrostática, estuda as cargas em movimento.

A partir desses conceitos, é essencial que você conheça outros elementos relativos a esse campo de estudo como prótons, elétrons, nêutrons, suas movimentações nas correntes elétricas, assim como as suas relações no espaço.

Leia também:  Faculdade de Educação Física: fazer licenciatura ou bacharelado?

Óptica

O que são os fenômenos de refração e reflexão da luz? Em que ponto se formam as sombras? Quais são os tipos de lente existentes e como elas funcionam? Quais são as características das imagens formadas nos espelhos?

Conhecer as respostas para essas perguntas certamente vai garantir que você tenha boas pontuações nas questões de óptica. A boa notícia é que geralmente os enunciados vêm acompanhados por ilustrações, que vão ajudá-lo a visualizar melhor as situações relatadas nos problemas e facilitar a resolução.

Ondulatória

Como o próprio nome indica, esse campo da Física é responsável pelo estudo das ondas, que vai desde o movimento do mar (conhecido como ondas mecânicas) até as ondas eletromagnéticas (como a luz) e sonoras.

Na hora de estudar, é importante ficar de olho nas diferentes classificações de onda, no conceito do efeito Doppler, além de conhecer a fundo a equação fundamental da ondulatória — que mede os comprimentos de onda e a sua frequência. Noções de polarização, ressonância, reflexão e refração também são importantes.

Física Moderna

Ter confiança ao prestar o vestibular é fundamental para conseguir um bom desempenho na prova. E, para isso, é preciso estudar não apenas os tópicos clássicos das disciplinas, como também seus temas mais modernos — e, até mesmo, se dedicar às questões que dizem respeito à interdisciplinaridade.

A Física Moderna é um exemplo disso. Ela compreende as teorias elaboradas durante o início do século XX, após os cientistas acreditarem que não havia mais qualquer tipo de conhecimento a ser descoberto sobre as leis clássicas da física.

O foco da Física Moderna, portanto, está em estudar tudo o que ocorre no universo a nível microscópico, assimilando fenômenos atômicos e subatômicos. Esses conhecimentos são muito importantes, por exemplo, para possibilitar os constantes avanços tecnológicos — principalmente no que diz respeito à eletrônica e às telecomunicações.

Nos vestibulares, há três tópicos da Física Moderna que costumam ser abordados: Mecânica Quântica, Relatividade e Física Nuclear. Falaremos mais sobre cada um deles, a seguir!

Mecânica Quântica

A teoria da Mecânica Quântica é considerada como o surgimento da Física Moderna. Proposta em 1900 por Max Planck, ela é composta por uma equação que tem o objetivo de explicar como ocorre a radiação emitida por corpos negros.

Leia também:  Como estudar para Medicina do zero? Confira 9 dicas!

Atualmente, a Mecânica Quântica é a grande responsável por estudar sistemas de escalas menores que a atômica — como moléculas, prótons e elétrons, entre outros. Porém, ela também analisa os impactos de fenômenos macroscópicos, como as órbitas dos elétrons.

Os conceitos de superfluidez e supercondutividade puderam ser entendidos graças aos conhecimentos avançados propostos por essa área da Física.

Relatividade

A Teoria Especial da Relatividade foi proposta em estudos publicados entre 1905 e 1915, pelo físico alemão Albert Einstein. Nela, substitui-se os conceitos de tempo e espaço propostos pelas leis de Newton, por uma teoria unificada de espaço-tempo.

Essa teoria foi a responsável por permitir que obtivéssemos o entendimento de que a velocidade da luz é uma constante invariável, ignorando-se os efeitos da gravidade.

Física Nuclear

Até o século XIX, acreditava-se que a estrutura de um átomo era indivisível, indestrutível e maciça. Com o advento da Física Moderna, passou-se a entender que havia partículas ainda menores: prótons, nêutrons, elétrons etc.

A Física Nuclear, portanto, será a responsável por estudar e analisar o comportamento e as propriedades do núcleo de um átomo, assim como as ações que causam reações nucleares nesse sistema.

Para garantir um bom desempenho em Física Moderna, portanto, é importante revisar alguns tópicos-chave, como:

  • átomos, modelos atômicos e partículas atômicas;
  • radioatividade;
  • fotoeletricidade;
  • dilatação de tempo e contração de espaço;
  • estática;
  • radiação de corpo negro.

Aos poucos, você vai perceber que a junção de Física e vestibular não precisa tirar o seu sono e que, dominando os conceitos principais, é possível resolver a maioria das questões da prova. Para isso, é preciso manter a tranquilidade, a concentração e prestar bastante atenção às orientações dos enunciados.

Uma boa dica é consultar o edital para verificar a relação de conteúdos exigida pelo processo seletivo da faculdade que você escolheu e iniciar os estudos com antecedência para que nenhum assunto importante fique para trás. Compareça às aulas, aos plantões e conte sempre com o apoio dos seus professores!

Gostou deste post? Então, aproveite para compartilhá-lo nas redes sociais e divida o conhecimento com os seus colegas que também estão nessa intensa fase de preparação para o vestibular!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas