Mestrandos do Mecsma do UniFOA fazem visita técnica ao Parque do Ingá

visita

Cinco estudantes e dois professores do Mestrado em Ensino em Ciências da Saúde e Meio Ambiente (Mecsma), do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) realizaram uma vista técnica ao Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá, localizado na Estrada Santa Cecília do Ingá, no bairro Santa Cruz. A visita foi no último dia 16 e está prevista na disciplina de Fundamentos de Ciências Ambientais.

Os mestrandos puderam conhecer o espaço de Unidade de Conservação (UC), para que compreendessem o seu significado e importância da preservação. De acordo com os professores Francisco Gurgel e André Vargas, o objetivo da visita foi conhecer e demonstrar a relevância de uma UC, que é um espaço especialmente assegurado para a proteção dos recursos ambientais bióticos e abióticos e, em especial, para a preservação da fauna e flora de Mata Atlântica. 

Também foi evidenciada durante a visita técnica, a importância da UC para a realização de pesquisas científicas e de atividades de Educação Ambiental, conforme disposto na Lei Federal nº9.985/00, que rege o Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Ao longo da visita, os professores debateram junto com os estudantes os principais benefícios dos cuidados com a natureza e da conexão do ser humano com o meio ambiente 

  

Visita técnica enfatiza a preservação do Meio Ambiente 

Toda a área do parque foi percorrida pelos estudantes e professores, enquanto eram abordados detalhes técnicos sobre a proteção ambiental e dimensão que ele pode ter para a saúde do planeta.  

Leia também:  VII Edição dos Jogos InterAtivos abre inscrição nesta segunda (03)

“Os alunos puderam conhecer com detalhes e, na prática, as particularidades de uma Unidade de Conservação e seus objetivos; as trilhas existentes; o Centro de Monitoramento; o Centro de Doação de Mudas, bem como os serviços ambientais prestados (fornecimento de ar puro, controle de erosão, banco genético, proteção de espécies ameaçadas de extinção, proteção de corpos hídricos, ecoturismo), além de assistir a vídeos institucionais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) acerca da criação da mesma e os projetos para o futuro”, contou Gurgel

A servidora pública do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e estudante do programa de mestrado Adriana Lourdes da Silva, classificou como positiva a visita técnica em diversos aspectos, por ser a maior área verde de Volta Redonda, além de sua importância como unidade de conservação e como patrimônio histórico. “A visita com certeza nos trouxe mais conhecimento e sensações diversas, cheiros, cores e lembranças da infância.  Estar em contato com o meio ambiente é maravilhoso”, enfatizou.  

Ainda de acordo com Adriana, “o curso está superando todas as expectativas. O conteúdo das disciplinas é enriquecedor; os professores estão muito bem preparados e o UniFOA tem um campus bem equipado e extenso, com tudo muito completo e uma biblioteca rica. Além disso, a integração entre as profissões é maravilhosa, pois em sala de aula temos médicos, advogado, enfermeira, nutricionista e fisioterapeuta, que traz uma ótima experiência”, enalteceu. 

Leia também:  Bolsa AFA 2023.2: Estudantes de graduação presencial podem se inscrever a partir desta terça-feira (25)

A opção do mestrado pelo UniFOA foi porque “tive ótimas referências e porque quero me aprofundar dentro de uma área de atuação e ir além dos conhecimentos adquiridos no período de graduação e pós, de forma que possa adquirir habilidades voltadas para a pesquisa”, garantiu. 

Com uma matriz curricular moderna e atualizada, o Mecsma do UniFOA atende aos profissionais de diferentes áreas que desejam se aprimorar na sua formação e se destacar no mercado de trabalho. Os mestres formados no Mecsma estão aptos a atuar com ensino em diversos níveis, sempre levando as pautas de participação popular, inclusão social, promoção da saúde e do meio ambiente. 

  

Conheça mais sobre o Parque do Ingá 

O parque possui 211 hectares e abriga uma vasta biodiversidade de fauna e flora da Mata Atlântica. Localiza-se na Estrada Santa Cecília do Ingá, no bairro Santa Cruz, em Volta Redonda. O parque tem como propósito a preservação de ecossistemas naturais; a realização de pesquisas científicas; a realização de atividades de educação ambiental; visitações em contato com a natureza, bem como a produção de doação de espécies nativas. 

Uma unidade de conservação, de acordo com a lei 9.985/2000, define como sendo espaço territorial e seus recursos ambientais, incluindo as águas jurisdicionais, com características naturais relevantes, legalmente instituído pelo poder público, com objetivo de conservação e limites definidos, sob regime especial de administração, ao qual se aplicam garantias adequadas de proteção.  

Leia também:  Resultado do Edital PIBITI/CNPq 2023-2024 é divulgado

Sendo espaços naturais que foram pouco explorados pelo homem, e que hoje são protegidos por lei, tem como importância manter a perpetuação de espécies animais e vegetais, preservando a biodiversidade e conservação de ambiente que guardam tributos ecológico, cênicos, históricos e culturais.  

Em 1955, a prefeitura de Volta Redonda adquiriu o Parque do Ingá com o objetivo de aproveitar os seus recursos hídricos para o abastecimento parcial do núcleo urbano. Em 1962 foi assinado um convênio com o Ministério as Agricultura para a criação do Parque Florestal Municipal, visando evitar a degradação da área ou desvio da sua finalidade.

Em 1988 foi transformada em Área de Proteção Ambiental (APA), através da lei orgânica do município. Em 2005, o local foi transformado em Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá, considerado pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC) como uma Unidade de Proteção Integral.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas