O que é estudo ativo e como aplicar?

Você já passou horas lendo um conteúdo e no final percebeu que não absorveu nada do que foi lido? Esse problema é recorrente para muitos estudantes e pode prejudicar o seu desempenho acadêmico. Nesse sentido, as técnicas de aprendizagem, como o estudo ativo, são importantes aliadas para aprofundar e reter conhecimentos.

O estudo ativo propõe que o estudante deixe de apenas receber uma informação e passe a criar algo a partir dela, praticando e ampliando os conhecimentos adquiridos durante a aula ou leitura de um novo conteúdo. Essa iniciativa contribui para uma melhor fixação da matéria aprendida e, consequentemente, reflete positivamente na sua performance estudantil.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste post, vamos abordar o que é o estudo ativo e como colocá-lo em prática. Confira!

O que é estudo ativo?

Como o próprio nome sugere, o estudo ativo consiste em uma técnica que coloca o estudante como protagonista da sua própria aprendizagem. Nela, ele exercita os conhecimentos com os quais tem contato e tira as dúvidas que surgem diante de um conteúdo, em vez de apenas receber a informação.

Esse conceito tem como objetivo estimular o engajamento do estudante com o material de estudo de forma ativa e significativa, que facilite a assimilação do conteúdo, e não apenas a memorização. Para isso, a técnica envolve a elaboração de resumos, a resolução de problemas e até mesmo a discussão de ideias.

Quais são as suas principais características?

Nessa técnica de estudos, o estudante tem uma participação mais ativa, envolvendo-se totalmente no seu próprio processo de aprendizagem. Para tanto, ele é estimulado a pensar e a refletir constantemente sobre o tema que está aprendendo.

O estudo ativo também se caracteriza pela personalização, visto que pode ser adaptado às necessidades de cada estudante. Assim, o aluno pode adotar as práticas que mais se adéquam ao seu estilo de aprendizagem para aplicar essa técnica no seu dia a dia.

Leia também:  Aplicativos para estudantes: 12 dicas imperdíveis!

Além disso, o método ativo valoriza a prática e a aplicação do conhecimento teórico no mundo real, o que é fundamental para consolidar a compreensão do conteúdo e torná-la mais duradoura.

Qual a sua importância?

A aplicação do estudo ativo ajuda o estudante a reter informações e a maximizar o seu aprendizado, iniciativa que reflete diretamente na melhoria do seu desempenho acadêmico.

O método também contribui para o desenvolvimento de habilidades críticas, como pensamento analítico e capacidade de resolução de problemas — competências valorizadas tanto na vida acadêmica quanto no mercado de trabalho.

Ao usar essa técnica, você também sai ganhando em termos de motivação. Isso porque os momentos de estudo se tornam mais dinâmicos e interessantes, fazendo com que você se sinta no controle de sua aprendizagem.

Quais são as diferenças entre o estudo ativo e o estudo passivo?

A principal diferença entre estudo ativo e passivo é que no primeiro o estudante utiliza práticas que o ajudam a assimilar o conteúdo que aprendeu, enquanto no segundo apenas recebe a informação, sem fazer nada com ela.

É comum que no estudo passivo o aluno receba os conteúdos de forma teórica, como por meio de aulas e leituras. Já no estudo ativo, o estudante faz as suas próprias anotações e resumos sobre o conhecimento que lhe foi transmitido.

Não existe uma regra sobre quando qual técnica deve ser aplicada. Ambas podem ser utilizadas nas suas rotinas de estudo, mas o ideal é que você não fique dependente de uma única técnica por muito tempo nem utilize apenas uma delas para todas as disciplinas. Procure alternar os dois métodos, pois os aprendizados teóricos e práticos se complementam.

Leia também:  Conheça as 8 principais áreas de atuação do Jornalismo

Como aplicar o estudo ativo?

A adoção do estudo ativo requer a prática de um conjunto de ações, as quais devem ser realizadas com disciplina para que esse formato de estudo se torne um hábito. Acompanhe, a seguir, como estudar de forma mais ativa.

Faça perguntas

Conforme for lendo um conteúdo, utilize o seu pensamento crítico e vá fazendo perguntas sobre o assunto, principalmente quando uma ideia não ficou muito clara para você. É importante que essas perguntas estimulem a sua reflexão sobre o material estudado.

As perguntas que forem surgindo podem ser anotadas, para que posteriormente você pesquise mais sobre elas e as responda. Dessa maneira, será possível sanar as dúvidas e evitar lacunas na sua aprendizagem.

Faça resumos

Muitos alunos só fazem resumo quando essa ação é uma tarefa acadêmica. No entanto, fazer resumos dos materiais estudados, não só em sala de aula, é uma ótima alternativa para identificar os conceitos mais importantes do tema e simplificar a sua compreensão.

Sendo assim, sempre que tiver contato com um novo conteúdo, separe papel e caneta e vá resumindo-o com as suas próprias palavras, além de destacar os trechos mais relevantes.

Resolva problemas

A resolução de problemas relacionados ao conteúdo que você está estudando é essencial para a consolidação do conhecimento adquirido, pois permite verificar se você realmente o entendeu ou se ainda deve se aprofundar um pouco mais antes de partir para o próximo tema.

Leia também:  Quer trabalhar na área da saúde? Confira 5 carreiras em alta!

Caso os exercícios não sejam passados pelo professor ou não estejam na apostila ou livro estudado, é possível buscar exercícios sobre o assunto na internet, resolvê-los e analisar os seus acertos e erros.

Relacione conceitos

Relacionar os conceitos aprendidos é uma boa maneira de ampliar o seu domínio sobre um determinado tema. Afinal, esse método cria conexões entre os assuntos, ajudando o estudante a se lembrar das informações mais facilmente.

Com essa prática, você também consegue identificar padrões e relações que simplificam a resolução de problemas, principalmente em se tratando de exercícios mais complexos e extensos.

Estude em grupo

A discussão de conteúdos em grupo possibilita a troca de conhecimentos, fazendo com que você exponha a sua visão sobre o assunto estudado e também o visualize pela perspectiva de seus colegas. Dessa maneira, poderá se ater a pontos em que ainda não tinha se aprofundado.

Portanto, sempre que puder, estude em grupo. Para isso, é indicado que cada estudante prepare os seus resumos e explicações e os exponha ao grupo, para que um aprenda com o outro.

Se aplicado corretamente, o estudo ativo pode ser uma ferramenta valiosa para potencializar a sua performance acadêmica. Ao exigir que você esteja no controle de sua própria aprendizagem e se aprofunde nos conteúdos, a técnica ajuda a ampliar os seus conhecimentos e a desenvolver habilidades relevantes relacionadas eles.

Gostou deste post? Compartilhe-o nas redes sociais e mostre para os seus amigos como o estudo ativo pode ajudar no aprendizado!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas