Quais são as áreas de atuação do engenheiro de produção? Confira

A eficiência da produção de uma empresa depende de múltiplos fatores: das pessoas, dos processos, dos produtos, da organização, da qualidade etc. Para dar conta de todos eles, a Engenharia da Produção agrega conhecimentos de Exatas, de Administração, de Economia e de Gestão de Pessoas.

Uma formação multidisciplinar como essa é recebida pelo mercado de trabalho de forma ampla. Por isso, existem muitas áreas de atuação do engenheiro de produção, que pode direcionar sua carreira para um ou mais aspectos específicos da eficiência produtiva. Continue a leitura para conhecer todas as possibilidades!

Quais são as principais áreas de atuação do Engenheiro de Produção?

De acordo com a Associação Brasileira de Engenharia de Produção (Abepro), existem 10 áreas de atuação do engenheiro de produção. Veja abaixo quais são elas!

Operações e Processos da Produção

É a área voltada para projetos e operações no sistema produtivo de uma empresa. Aqui, o engenheiro de produção lida com:

  • planejamento e controle da produção;
  • projetos para a organização mais eficiente de instalações industriais, em relação ao layout e ao arranjo físico;
  • mapeamento e revisão de processos, procedimentos e métodos produtivos;
  • gestão da manutenção dentro do sistema de produção.

Logística

Os engenheiros de produção também podem atuar com maior foco na Logística, gerindo equipes de técnicos e agregando seus conhecimentos de Administração e de sistemas produtivos para melhorar:

  • a cadeia de suprimentos;
  • a gestão de estoques;
  • o planejamento de transporte e distribuição;
  • os projetos de logística reversa etc.

Pesquisa Operacional

A Pesquisa Operacional se relaciona mais aos cargos estratégicos da empresa. Aqui, o engenheiro de produção não trabalha tanto no chão de fábrica, mas sim realizando análises e levantamentos de informações que contribuem com a tomada de decisões no planejamento de operações da empresa. Ele pode lidar com:

  • modelagens e simulações;
  • programação matemática;
  • inteligência computacional;
  • processos decisórios;
  • análises de mercado.
Leia também:  Saiba quais são as especialidades médicas mais bem pagas

Gestão da Qualidade

Uma das áreas de atuação mais clássicas do engenheiro de produção é a Gestão de Qualidade. Em conjunto com a equipe técnica, o profissional trata do planejamento e da supervisão de sistemas de qualidade nos processos e produtos da empresa. Algumas subáreas são:

  • controle de qualidade;
  • auditoria e certificação;
  • confiabilidade de processos e produtos;
  • organização metrológica.

Gestão do Produto

Se você se considera uma pessoa mais criativa, pode gostar bastante desta área: a gestão do produto. Nela, o engenheiro de produção trabalha com equipes de Design no planejamento, execução e supervisão de atividades de desenvolvimento de produtos, desde a concepção até o lançamento.

Gestão Organizacional

Outra atuação que atrai muitos engenheiros de produção é a gestão organizacional. Nessa área, o objetivo é garantir a eficiência dos processos produtivos a partir da perspectiva da gestão de pessoas. Assim, o profissional avalia desempenhos, faz arranjos nos setores, pensa em estratégias para gerir a propriedade intelectual da empresa, entre outras funções. São subáreas:

  • gestão de projetos;
  • gestão da informação;
  • gestão da inovação;
  • gestão da tecnologia;
  • gestão do desempenho organizacional.

Gestão Econômica

O profissional da Engenharia de Produção também pode direcionar sua carreira para a área econômica. Aqui, ele é responsável por análises, formulação e avaliação de resultados econômicos da empresa, sempre com foco na tomada de decisões estratégicas envolvendo lucros, custos, riscos e investimentos.

Gestão do Trabalho

Nessa área de atuação, o foco está na eficiência das rotinas dos trabalhadores da empresa. Então, o engenheiro de produção cuida de toda a parte de aperfeiçoamento de sistemas de trabalho, além de lidar com aspectos da interação dos colaboradores com o ambiente, incluindo Ergonomia e Gestão de Riscos e Segurança do Trabalho.

Leia também:  Entenda como a extensão universitária pode ajudar na sua formação

Gestão da Sustentabilidade

Cada vez mais as empresas estão engajadas com a sustentabilidade ambiental. Desse modo, uma das atuações que fazem parte do futuro da Engenheiria é garantir a eficiência de processos produtivos ao mesmo tempo em que há a utilização responsável de recursos naturais na empresa. O profissional atua com:

  • gestão ambiental e certificação;
  • gestão de resíduos industriais;
  • gestão de recursos energéticos;
  • ecoeficiência;
  • desenvolvimento sustentável.

Educação e Pesquisa

Por fim, o profissional pode direcionar sua carreira para a Educação e a Pesquisa, seja na formação de pessoas (no ensino superior ou em cursos técnicos), seja na produção de conhecimento científico na área de Engenharia de Produção. Essa é a chamada carreira acadêmica, que normalmente implica a realização de uma pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

Qual é a importância de conhecê-las para orientar a carreira?

Agora que você já conhece as principais áreas de atuação do engenheiro de produção, pode começar a pensar sobre qual delas é a mais interessante para você. Ter essa noção é importante desde o começo da faculdade, porque assim você pode direcionar sua formação acadêmica para os seus objetivos.

Por exemplo, realizando disciplinas optativas e procurando estágios curriculares mais focados nos seus interesses. Além disso, independentemente de qual área você seguir no futuro, é importante começar desde já a desenvolver habilidades pessoais e conhecimentos extracurriculares que complementam essa formação multidisciplinar da Engenharia de Produção.

Estude no UniFOA!

Vale a pena escolher uma instituição de ensino que dê conta da multidisciplinaridade da Engenharia de Produção, como o UniFOA! Aqui, nossos estudantes passam pela Área Básica de Ingresso (ABI), que é comum a todos os cursos de Engenharia.

Leia também:  Quer trabalhar na área da saúde? Confira 8 carreiras em alta!

Além do ingresso unificado, os 4 primeiros semestres da ABI dão ao estudante a possibilidade de conhecer mais sobre as inúmeras possibilidades na forma de pensar do engenheiro, escolhendo sua carreira (Ambiental, Civil, Elétrica, de Produção ou Mecânica) somente no 3º ano. Interessante, não é?

Ainda, os currículos fazem parte do programa Engenharia 360º, que é focado no desenvolvimento de projetos dentro de eixos temáticos, sempre com problemas reais da sociedade para que os estudantes mobilizem seus conhecimentos de forma prática e contextualizada. São 10 módulos de projetos:

  1. Desafios da 4ª Revolução Industrial;
  2. Resolução de Problemas na Engenharia;
  3. Desenvolvimento de Protótipos;
  4. Soluções da Engenharia para a Sociedade;
  5. Design Organizacional;
  6. Validação de Projetos de Engenharia;
  7. Planejamento e Tomada de Decisão;
  8. Estratégia para Criação de Valor;
  9. Engenharia 5.0;
  10. Engenharia na Economia Globalizada.

Esses são apenas alguns exemplos da proposta inovadora do UniFOA para a formação de futuros engenheiros, que conta ainda com diversas iniciativas relacionadas à pesquisa e à extensão. Tudo isso aliado à tradição de um dos centros universitários mais reconhecidos do Rio de Janeiro.

Enfim, agora que você conhece as principais áreas de atuação do engenheiro de produção, já viu que essa é uma profissão versátil e com muitas possibilidades no mercado de trabalho, não é? Por isso, vale a pena apostar na área e contar com um bom curso de ensino superior.

Então, entre em contato com a gente e conheça melhor os diferenciais do nosso curso de Engenharia de Produção!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas