Conheça 4 carreiras para crescer na área ambiental

As carreiras da área ambiental estão em alta, já que é urgente a busca por um desenvolvimento mais sustentável e menos destrutivo. Desse modo, mesmo que você não entenda muito desse tema ainda, é só observar os noticiários: os eventos climáticos intensos estão cada vez mais frequentes.

Ou seja, todos os dias vemos problemas como falta de água potável, poluição do ar, contaminação do solo, queimadas arrasadoras, inundações etc.

Nesse cenário, as questões ecológicas ficam no topo do interesse de empresas e órgãos públicos. Assim, surgem muitas oportunidades para profissionais desse nicho.

E você? Anda sonhando em ajudar a natureza e garantir seu futuro ao mesmo tempo? Então, venha com a gente aprender um pouquinho sobre as chances de trabalho na área ambiental!

Quais são as principais carreiras ligadas ao meio ambiente?

Você se interessa por assuntos relacionados a plantas, animais e ecologia? Então, é bem provável que você se dê bem em carreiras ligadas ao meio ambiente e à preservação dos recursos naturais.

Nesse nicho, é possível encontrar oportunidades em programas de conservação de florestas, parques ecológicos, na área de energia limpa, de recursos hídricos, no setor público e muito mais.

Isso sem contar as vagas oferecidas por grandes empresas interessadas em cumprir sua responsabilidade social na questão verde. Mas qual faculdade fazer? Isso vai depender do seu perfil. Para ajudar nessa missão, separamos algumas das principais graduações nesse universo. Veja!

1. Engenharia Ambiental

A Engenharia Ambiental é uma formação que capacita o indivíduo a encontrar respostas mais sustentáveis para as necessidades tecnológicas, industriais e de negócios.

Leia também:  O que saber antes de se matricular em uma graduação de Enfermagem?

Geralmente, essa graduação leva cinco anos para ser concluída, com distribuição em 10 semestres. Além disso, os estudantes aprendem disciplinas como Gestão dos Resíduos Sólidos, Geração de Energia Limpa, Mudanças Climáticas, Saneamento Ambiental, entre outras.

Ou seja, com esse curso, você terá os atributos técnicos necessários para adaptar e criar soluções de desenvolvimento que respeitem as demandas ecológicas.

2. Ciências Biológicas

Por sua vez, os graduados em Ciências Biológicas têm conhecimentos aprofundados sobre seres humanos, animais e flora. Nesse curso, o estudante aprende sobre as características e a evolução dos organismos vivos.

Nessa faculdade, os alunos costumam ter aulas de Citologia, Botânica, Genética, Química e muito mais. Outra vantagem dessa alternativa é que ela termina mais rápido, já que são 4 anos de estudos para poder receber o diploma.

Bacharelado e licenciatura em Ciências Biológicas

O aluno pode escolher entre bacharelado e licenciatura. A primeira modalidade é mais direcionada para quem quer o trabalho prático. Ou seja, atuar em laboratórios, clínicas, universidades, centros de pesquisa e indústrias.

Já o curso de licenciatura é aquele com formação voltada a quem quer dar aulas para a educação infantil e o ensino médio. Dessa forma, já dá para imaginar que o leque de opções profissionais é enorme, não é mesmo?

Mitos sobre o curso

Aliás, um dos mitos da faculdade de Ciências Biológicas é de que o mercado de trabalho seria limitado. Isso não é verdade! Com uma boa graduação, você terá acesso a atividades práticas laboratoriais, de campo e de pesquisa. Dessa maneira, conquistará condições de ocupar vagas em qualquer um desses setores.

Leia também:  Em visita ao UniFOA, presidente da Unimed Volta Redonda oferece novas parcerias à Instituição

Além disso, o êxito profissional também depende do estudante e do esforço que ele faz para impulsionar a carreira.

3. Agronomia

Mais uma opção para quem se interessa pela área ambiental é o curso de Agronomia. Nesse caso, o profissional pode atuar no agronegócio em funções como preparo do solo, criação de rebanhos e monitoramento da proliferação de pragas.

Em média, essa faculdade leva 5 anos e conta com aulas práticas em laboratórios e fazendas experimentais. Já entre as disciplinas teóricas são destaques matérias como Física, Estatística, Bioquímica, Biologia, Matemática, Desenho Técnico, Química, Zoologia, entre outras.

4. Oceanografia

Por fim, nossa última sugestão de curso na área ambiental é a Oceanografia, que estuda o comportamento de mares, lagos, rios e zonas costeiras. Nessa faculdade, o aluno encontra vagas em análises clínicas e laboratoriais que avaliam a qualidade dos recursos hídricos, por exemplo.

Esse profissional também costuma ser absorvido em projetos de recuperação ambiental. Mas há também empregos para esse especialista em pesquisas, como mapeamento do fundo dos oceanos.

O graduado em Oceanografia também pode atuar na apuração das causas das alterações climáticas envolvendo as águas. O curso é de 5 anos e traz em sua grade matérias como Meteorologia e Cartografia.

Quais são as opções no mercado de trabalho da área ambiental?

O mercado está muito aquecido por causa dos eventos climáticos extremos dos últimos anos. Para se ter uma ideia, somente nos Estados Unidos, os fundos de investimento ESG quadruplicaram nos últimos três anos.

Leia também:  [eBook] Guia Definitivo da Orientação Vocacional

Mas você sabe o que é ESG? Não tem problema, a gente conta! ESG é a sigla para a expressão em inglês Environmental, Social and Corporate Governance. Em português, podemos traduzir para algo próximo de Práticas de Responsabilidade Ambiental, Social e de Governança.

Ou seja, no nicho de investimentos financeiros mais rico do planeta, o crescimento da preocupação ambiental é impressionante. Assim, profissionais ESG estão em alta no mercado. Veja a seguir exemplos de oportunidades!

Engenharia ambiental

  • institutos de pesquisa;
  • consultorias e auditorias ambientais;
  • ONGs;
  • órgãos públicos de proteção ao meio ambiente;
  • indústrias preocupadas com o desenvolvimento sustentável e com a reputação verde.

Ciências Biológicas

  • indústrias de vários segmentos (farmacêutica, de alimentos, de bebidas, de cosméticos etc.);
  • laboratórios de análises clínicas;
  • parques e reservas ambientais;
  • criação de vacinas;
  • investigação forense (teste de paternidade, por exemplo);
  • educação (dando aulas como docente de Biologia em escolas do ensino fundamental e do ensino médio).

Agronomia

  • zootecnia (garante a qualidade dos produtos de origem animal);
  • defesa sanitária (fiscaliza produções agrícolas);
  • fabricação de biocombustíveis;
  • engenharia rural (aumentar a produtividade dos cultivos agrícolas).

Oceanografia

  • companhias de extração e refino do petróleo;
  • administração de prefeituras em cidades litorâneas;
  • empresas de consultoria ambiental aquática;
  • órgãos fiscalizadores;
  • empresas de saneamento básico;
  • parques marinhos e fluviais.

Portanto, como você pôde notar, é possível trabalhar na área ambiental e crescer na carreira. Para isso, o aluno deve considerar seu próprio perfil e as tendências do mercado de trabalho antes de escolher seu curso.

Gostou do post? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas