Como trabalhar em uma startup: 4 dicas de sucesso!

Muitas perguntas devem ser realizadas antes da escolha de uma profissão. Para os que já direcionam olhares ao universo empresarial, é comum que os questionamentos envolvam a possibilidade de entrar para uma organização estabelecida e com muito tempo de mercado.

Por outro lado, há cada vez mais pessoas interessadas na ideia de trabalhar em uma startup. Que tal saber quais são os motivos por trás dessa decisão e as maneiras de atuar nesse modelo de negócio? Acompanhe o post e confira!

O que é uma startup?

Várias condições determinam o conceito de startup. Portanto, ao contrário do que defendem algumas afirmações, o termo não se limita a definir empresas jovens ou que estejam em fase inicial.

Embora esse modelo tenha representantes bastante novas no mercado, precisa apresentar algumas características para fazer jus ao nome. Uma delas é a capacidade de crescer rapidamente e gerar lucro com poucos custos.

Além disso, uma startup costuma ser composta por grupos de pessoas que, juntas, desenvolvem ideias inovadoras e buscam trabalhar com um modelo de negócios repetível e escalável.

Como funciona?

O dia a dia em uma startup é bem diferente da rotina vivida em outras empresas. O ambiente é mais descontraído, dinâmico e flexível, o que proporciona boas condições para o aprimoramento de várias habilidades.

Inclusive, é comum que muitos modelos não tenham uma estrutura rígida ou hierarquia definida. Isso exige que os profissionais estejam preparados para encarar o desafio de exercer diversas funções dentro da empresa.

Leia também:  Como é o mercado de trabalho em Engenharia? Descubra agora!

Veja as principais vantagens para quem trabalha nesse tipo de organização:

  • informalidade — ambiente criativo, horários flexíveis e maior integração das equipes por meio de atividades internas ou fora do expediente (happy hours);
  • crescimento rápido — o número de profissionais costuma ser reduzido, o que permite a um colaborador ocupar novos cargos em um curto espaço de tempo;
  • desenvolvimento de competências — fundamental para o equilíbrio entre fazer o que gosta e aprender funções desconhecidas até o momento.

O que fazer para trabalhar em uma startup?

Trabalhar em uma startup representa o emprego dos seus sonhos? Então, vale a pena adotar algumas estratégias para ter sucesso nessa caminhada. Veja, a seguir, como começar.

1. Invista na sua qualificação

Antes de tudo, saiba que o aprendizado constante é essencial para entrar no universo das empresas inovadoras. Leituras, treinamentos, cursos e outras ações podem fazer a diferença no seu preparo e devem ser praticadas desde cedo.

Quem fez extensão universitária na graduação, por exemplo, já terá acompanhado algumas exigências do mercado e conseguirá aprimorar habilidades para atender às expectativas de determinado público.

2. Amplie a sua rede de contatos

O famoso networking deve estar entre suas prioridades porque permite entrar em contato com diversos profissionais, potenciais clientes e parceiros de negócio. Então, busque formas de mostrar a essas pessoas quem você é e qual é a relevância do seu trabalho.

Leia também:  O impacto da educação na sociedade

Participar de eventos e se envolver em palestras nas áreas de interesse da empresa são boas maneiras de começar. Com o tempo, seu nome será lembrado por profissionais importantes e poderá ser indicado como uma opção positiva.

3. Busque informações sobre startups

Saber o que uma startup faz e quais são as características do mercado que abrange é o básico. Portanto, antes de demonstrar interesse por determinada proposta de negócio, procure saber mais sobre os objetivos e anseios de seus fundadores.

Também é importante entender como funciona o mundo das organizações inovadoras. Uma boa dica para jovens estudantes é encontrar formas de empreender na faculdade. Isso pode ser feito com foco no desenvolvimento de uma empresa júnior, por exemplo.

4. Defina os seus interesses

Não vale a pena apostar em um negócio diferenciado se você não acredita na proposta. Se quiser manter a motivação no trabalho, precisa encontrar um campo adequado ao seu perfil profissional.

Portanto, reflita sobre o que traz satisfação, identifique as competências necessárias para cada caso, avalie oportunidades e tome a melhor decisão.

Esses cuidados permitirão a você trabalhar em uma startup que esteja em um estágio específico, no qual suas habilidades serão úteis e aproveitadas ao máximo.

Agora, que tal saber como se comportar em uma entrevista de estágio? Fique conosco e confira dicas de ouro para mandar bem nesse processo!

Leia também:  UniFOA acompanha saúde de funcionários pós-covid através do Saúde+

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas