Curso de engenharia ambiental: 5 motivos para investir na carreira

Você quer ser engenheiro e também tem vontade de atuar diretamente com atividades ligadas ao meio ambiente? Então, muito provavelmente, vem pensando em fazer um curso de engenharia ambiental, onde associa as duas áreas. Para te ajudar a realizar essa escolha e, consequentemente, decidir sobre o seu futuro profissional, vamos listar 5 razões que mostram que vale a pena investir no curso de engenharia ambiental. Vamos lá?

1. Formação híbrida

Ao contrário das engenharias mais tradicionais, como mecânica, civil e elétrica, a engenharia ambiental tem a vantagem de proporcionar uma formação híbrida ao concluinte do curso. Ou seja, nessa graduação, o estudante tem contato tanto com matérias fundamentais à qualificação do engenheiro, como cálculo, física e estatística, por exemplo, quanto com disciplinas que envolvem biologia, química e ecologia.

2. Contato direto com o meio ambiente

A formação híbrida fornecida pelo curso possibilita ao engenheiro ambiental identificar, manejar e solucionar problemas de caráter ambiental. Ele atua sobre os desequilíbrios no ecossistema de certa região, a extração inadequada de recursos naturais e a emissão de poluentes. Além disso, projeta sistemas de gestão e tratamento de resíduos, planeja redes de saneamento bem como avalia riscos e compensações ambientais diversas.

Na base do trabalho do engenheiro ambiental está a busca pela sustentabilidade, isto é, o desenvolvimento social e econômico em equilíbrio com o meio ambiente. Para ser capaz de agir nesse sentido, o profissional precisa estar em contato os recursos naturais que pretende manejar. Assim, boa parte do seu trabalho é realizado em campo, tanto em meios rurais e florestais, quanto em espaços urbanos e industriais, principalmente.

Leia também:  Quer montar um local de estudos? Confira este passo a passo!

3. Atuação profissional diversificada

Engana-se quem pensa que o trabalho do engenheiro ambiental é limitado, uma vez que a sua atuação é fundamental em vários segmentos da sociedade. Entre as principais áreas de prestação de serviço desse profissional estão o saneamento básico, a gestão e o planejamento ambiental, o controle da poluição e emissão de lixo industrial, a construção civil — especialmente para a obtenção de licenciamentos ambientais — e o gerenciamento de recursos hídricos.

Como pode ser percebido, há a possibilidade de atuação em diversas frentes de trabalho. O engenheiro ambiental pode ainda especializar-se em uma dessas áreas, de modo a aprofundar os seus conhecimentos e técnicas relativas a ela, o que tende a proporcionar um enfoque mais direcionado em suas atividades profissionais.

4. Demanda do mercado de trabalho

A preocupação com o desenvolvimento sustentável vem tornando o engenheiro ambiental cada vez mais demandado pelo mercado, em todas as regiões brasileiras e nos setores público e privado. Um exemplo dessa mentalidade é a nova Política Nacional de Resíduos Sólidos, a qual exige que as prefeituras de todos os municípios deixem de operar com lixões a céu aberto, passando a tratar o lixo em aterros sanitários adequados.

5. Perspectivas futuras da carreira

A demanda atual do mercado é crescente, principalmente em razão das políticas governamentais que têm a finalidade de criar mecanismos para garantir um maior equilíbrio entre as ações do homem sobre a natureza e a preservação ambiental. Isso significa que a previsão é de que o número de profissionais necessários para atender às necessidades mercadológicas seja cada vez maior, o que torna o curso de engenharia ambiental muito vantajoso.

Leia também:  Como juntar dinheiro para a faculdade? Confira 4 dicas!

Quer saber mais? Então baixe o nosso e-book “O Guia completo do futuro estudante de engenharia!”

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas