Mestrado profissional: tire suas dúvidas sobre a modalidade

O mestrado profissional é a escolha de muitas pessoas que desejam uma melhor colocação no mercado de trabalho. Esse grau acadêmico do ensino superior só pode ser feito após a graduação.

A ideia é que o candidato aprofunde seus conhecimentos em uma área específica. Com isso, é possível se destacar em um segmento dentro da sua formação, garantindo um maior diferencial na carreira.

Acompanhe a seguir e tire todas as suas dúvidas sobre o funcionamento do mestrado profissional!

O que é mestrado profissional?

O mestrado profissional é uma modalidade focada no mercado de trabalho. Por isso, a matriz curricular, as aulas e atividades, além do eixo de pesquisa, por exemplo, são repassados de forma mais alinhada às demandas das empresas e dos contratantes.

Ou seja, o estudante desse grau acadêmico é formado justamente para atuar profissionalmente, e não para seguir uma carreira na pesquisa ou na docência. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), esse formato tem o objetivo de contribuir com o setor produtivo nacional, agregando maior nível de competitividade.

Portanto, a proposta dos cursos dessa modalidade deve apresentar uma estrutura curricular atualizada e orientada para a atuação profissional. O corpo docente, por exemplo, deve ser constituído por professores reconhecidos e conceituados.

Como essa modalidade funciona?

Para ser admitido como estudante do mestrado profissional, é necessário passar por um processo seletivo. A instituição de ensino tem liberdade para definir como será feita a seleção dos candidatos, mas geralmente ela ocorre a partir de entrevista e prova escrita.

O principal foco do mestrado profissional é potencializar as chances do aluno no mercado de trabalho tradicional. Os estudos colaboram para um melhor posicionamento em sua área de atuação, e por isso mesmo a grade curricular é elaborada de maneira distinta de um mestrado acadêmico.

Leia também:  Pós-Graduação do UniFOA se prepara para o último apoio à Recolocação Profissional de 2021

O investimento inicial para o curso pode variar, já que cada faculdade oferece estrutura, corpo docente e qualidade de ensino diferenciada. Assim como em graduações, o candidato também pode concorrer a bolsas de estudo para começar a se dedicar à modalidade.

Como o mestrado profissional se diferencia do mestrado acadêmico?

O mestrado acadêmico tem o objetivo de formar professores e pesquisadores que têm o desejo de seguir carreira em instituições de ensino superior. Com isso, os conteúdos, as disciplinas e as aulas se diferem do mestrado profissional. Mesmo assim, em ambos os casos, o estudante recebe o título de mestre.

Em comparação ao mestrado acadêmico, a modalidade profissional oferece alguns diferenciais. Primeiro, há uma maior flexibilidade quanto ao corpo docente, que pode ser composto por professores com atuação técnica reconhecida no mercado de trabalho.

Além disso, no mestrado profissional, o trabalho final de conclusão de curso não precisa, necessariamente, ser uma dissertação tradicional. Com isso, o estudante tem mais liberdade para criar o enfoque da sua pesquisa final.

Qual o perfil do estudante?

O mestrado profissional é recomendado para pessoas com mais experiência e maturidade dentro da profissão. Por isso, a modalidade não é indicada para ser cursada imediatamente após a conclusão da graduação, já que o mestrado tem um nível de exigência muito alto.

Em geral, esse formato é buscado por indivíduos que desejam se atualizar e aprimorar competências e habilidades relevantes ao mercado de trabalho. Com organização, é até possível conciliar os estudos com uma jornada integral.

Leia também:  Confira os diferentes tipos de aprendizagem e saiba qual é o seu

Portanto, o curso é uma maneira eficiente de aprender novos conhecimentos, ter contato com pessoas da mesma área e realizar trocas de informações valiosas para a vida profissional.

Qual a duração do mestrado profissional?

A duração do mestrado profissional, de acordo com o MEC, é de quatro semestres, ou dois anos. A carga horária do curso varia entre 400 e 500 horas/aula. A princípio, os estudantes não contam com muitas aulas semanais, já que boa parte das atividades ocorre fora da sala de aula.

O aluno deve se comprometer com a dedicação, reservando tempo para leitura, pesquisa e escrita de artigos. Mesmo que sejam poucas aulas, é necessário se empenhar significativamente nos estudos.

Além disso, muitos candidatos também participam de eventos e congressos acadêmicos para complementar a formação. Essa é uma maneira, inclusive, de ser reconhecido e de aprimorar ainda mais a experiência no mestrado profissional.

É necessário fazer pesquisa?

Assim como qualquer mestrado, a modalidade exige a realização de uma pesquisa temática e original, seguindo os mesmos padrões de excelência de outros cursos de nível superior.

Nesse caso, o aluno escolhe um problema e conduz uma investigação científica com o apoio de metodologias e a orientação de professores. A grande diferença é que a pesquisa em si é voltada para as práticas do mercado de trabalho.

Além da pesquisa, o estudante ainda deve elaborar artigos científicos e a dissertação para obter seu título de mestre. Ou seja, é preciso unir a prática do mercado à parte teórica das pesquisas.

Leia também:  Como é a carreira em direito ambiental? Entenda aqui

Existe alguma restrição profissional para se inscrever no mestrado?

Como citamos, para ingressar em um programa de mestrado profissional, o candidato deve passar por um processo seletivo. Basicamente, a instituição de ensino avalia o histórico do curso de graduação e a proposta de projeto de dissertação do estudante.

Também há uma prova escrita que envolve questões dissertativas e objetivas, além de redação. A ideia é avaliar as habilidades do aluno que pretende iniciar o mestrado profissional. A seleção ainda conta com uma avaliação de língua estrangeira.

Por fim, alguns representantes do corpo docente realizam uma entrevista para conhecer melhor os objetivos de cada candidato. O pré-requisito mais básico para entrar na modalidade é já ter se formado e apresentar um diploma de graduação reconhecido por uma faculdade de qualidade.

Antes de se inscrever em um mestrado profissional, é muito importante escolher a melhor instituição de ensino para iniciar os estudos. Os cursos do UniFOA contam com uma excelente infraestrutura experimental, grande número de laboratórios e equipamentos, corpo docente altamente qualificado e um processo de ensino inovador.

Nosso principal intuito é preparar técnica e cientificamente os candidatos com conhecimentos diferenciados e atualizados, de acordo com as atuais demandas do mercado de trabalho.

Gostou deste conteúdo? Aproveite a visita e confira as opções de mestrado ofertados pelo UniFOA!

mestrado profissional

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas