Perfil do Engenheiro Ambiental: 8 características do profissional

A Engenharia Ambiental está chamando cada vez mais a atenção dos jovens por ser uma das profissões do futuro. Porém, além de saber mais detalhes sobre a carreira em si, é preciso que quem se interessa por esse curso considere o perfil do Engenheiro Ambiental.

Pensando nisso, neste texto explicaremos o que faz um Engenheiro Ambiental e quais são as 8 principais características do profissional dessa área, para que você possa saber se essa carreira combina com o seu perfil e com os seus objetivos.

Tem interesse em saber mais sobre a Engenharia Ambiental? Então, continue a leitura deste texto e confira todas essas informações!

Entenda o que faz um engenheiro ambiental

carreira de engenheiro ambiental tem ganhado um destaque cada vez maior no mercado de trabalho, uma vez que esse profissional é o responsável por desenvolver e aplicar a tecnologia necessária para preservar o meio ambiente.

Dentro da Engenharia Ambiental, o profissional pode desempenhar vários papéis, como:

  • estudar os impactos ambientais;
  • fazer um planejamento ambiental;
  • elaborar e executar projetos de gerenciamento de recursos hídricos;
  • estudar o clima;
  • fazer o planejamento e tratamento de esgotos sanitários;
  • projetar e monitorar aterros sanitários;
  • estudar fontes de energias renováveis;
  • proteger os recursos naturais;
  • planejar o desenvolvimento de uma área, de forma a causar o menor impacto ambiental possível.

Descubra as principais possibilidades de atuação

As oportunidades para a carreira são cada vez mais amplas. No Brasil, os conflitos causados pelas crises ecológicas geram uma demanda recorrente por soluções que possam melhorar a relação da sociedade com o meio ambiente.

Nesse cenário, o perfil do Engenheiro Ambiental passa a ter acesso a serviços em diferentes espaços, como empresas públicas, privadas ou de economia mista. Órgãos governamentais, organizações sociais e organizações não governamentais também são locais que exigem a presença do profissional.

Leia também:  9 segredos para fazer uma excelente redação no Enem

As atuações ocorrem, principalmente, dentro de empresas especializadas em atividades de consultoria, auditoria e certificação ambiental. Nesses ambientes, o profissional participa do desenvolvimento e da análise de projetos diversos, como:

  • abastecimento e tratamento de água;
  • esgotamento sanitário;
  • tratamento de esgoto industrial;
  • drenagem urbana;
  • controle da emissão de poluentes;
  • resíduos sólidos (urbanos e industriais);
  • estudo de impacto ambiental;
  • recuperação de áreas contaminadas e degradadas;
  • planejamento ambiental;
  • reúso de águas;
  • bioprocessos e biotecnologia;
  • geoprocessamento;
  • fontes de energia renovável;
  • emissão de licenças para obras e construções;
  • implantação de tecnologias limpas de produção.

Também há oferta de vagas em centros de pesquisa, laboratórios, universidades e demais instituições que dependem de pessoas aptas a cuidar de toda a parte ligada à gestão ambiental. Na lista de empresas, entram desde grandes organizações privadas (como Vale e Odebrecht) até construtoras que desenvolvem projetos civis.

O engenheiro ambiental pode, ainda, desempenhar atividades para as Secretarias de Recursos Hídricos (SRH), Companhias de Saneamento, Agência Nacional de Águas (ANA), Serviços Autônomos de Água e Esgoto e Agências Reguladoras. Quanto aos órgãos que cuidam da legislação e fiscalização, destacam-se as Secretarias Estaduais e Municipais do Meio Ambiente, o IBAMA e o Ministério Público.

Conheça as 8 principais características do engenheiro ambiental

Como vimos, o engenheiro ambiental pode atuar em várias linhas, tanto no setor público como no privado. Por isso, esse profissional precisa não apenas estar por dentro das tendências da Engenharia Ambiental, como também ter um perfil condizente com a área de atuação.

Pensando nisso, a seguir, vamos mostrar as 8 principais características que o perfil do engenheiro ambiental precisa ter para desenvolver uma carreira de sucesso. Confira!

Leia também:  O que é um Portfólio?

1. Interdisciplinaridade

O Engenheiro Ambiental precisa contar com um vasto conhecimento sobre as ciências que servem de alicerce para a Engenharia, como Matemática, Física, Química e Biologia, assim como sobre as tecnologias que auxiliam no controle ambiental. Além disso, deve ter a capacidade de atuar com outros profissionais de diferentes disciplinas.

2. Visão crítica sobre aspectos sociais e políticos

O profissional que optar por seguir essa carreira precisará contar com uma visão crítica sobre os aspectos sociais e políticos da Engenharia. Também deverá se manter atualizado em relação aos movimentos organizados pela sociedade que abordem temáticas ambientais.

3. Diálogo técnico-científico

Para se destacar na carreira, é preciso que o perfil do Engenheiro Ambiental seja capaz de dialogar de forma técnica e científica com os demais profissionais da área ambiental. Para isso, é preciso ter um domínio, inclusive, dos jargões do setor.

4. Conhecimento sólido em ciências ambientais

Como esse profissional poderá trabalhar em áreas diferentes dentro da Engenharia Ambiental, é preciso que ele tenha conhecimentos e domínio sobre os fundamentos das ciências ambientais, da metodologia científica e dos recursos de informática.

5. Capacidade de argumentação

Por precisar se relacionar com profissionais de outras disciplinas para realizar o seu trabalho, o Engenheiro Ambiental deverá ter uma boa capacidade de argumentação. Assim, é importante conseguir se expressar oralmente e por escrito, de forma plenamente satisfatória.

6. Gosto pelo trabalho em equipe

O fato de interagir com pessoas de diferentes áreas também demanda capacidade de exercer tarefas em grupo, seja grande ou pequeno. Para isso, é crucial que o perfil do Engenheiro Ambiental esteja aberto à troca de ideias, saiba receber feedbacks e entenda como abordar os colegas da melhor forma, sem desmerecer seus conhecimentos e experiências.

Leia também:  Direito Desportivo: o que é e como se tornar um profissional da área?

7. Afinidade com tecnologias

A transformação digital impactou diversas carreiras, incluindo as mais tradicionais. Hoje, muitas das análises, produções de relatórios e demais processos são realizados com o auxílio de softwares e aplicativos específicos. Logo, cabe ao futuro engenheiro ambiental explorar as tecnologias existentes para manipulá-las a favor do seu trabalho.

8. Atualização constante

Todo profissional precisa buscar o que é novidade em sua área de atuação. Afinal, o mercado anda concorrido e demanda pessoas capacitadas a entregar trabalhos de alta qualidade. Para isso, tanto os engenheiros recém-formados quanto os grupos atuantes devem investir na atualização.

O primeiro passo para se diferenciar é escolher uma instituição de ensino comprometida com a formação de bons profissionais. Dessa forma, além de obter os conhecimentos e práticas essenciais ao trabalho, você terá uma base adequada para continuar se aprimorando.

Neste texto, vimos qual é o perfil do engenheiro ambiental e o que esse profissional faz em seu trabalho. Além das características destacadas, é importante ressaltar que a paixão pela natureza e o desejo de preservar o meio ambiente também são fatores importantes.

Agora que você tem essas informações, poderá decidir de forma mais embasada se essa é a opção certa para alcançar os seus objetivos. Vale destacar que o UniFOA oferece o curso certo para o perfil do engenheiro ambiental. Temos estrutura completa para apoio nas aulas, corpo docente altamente qualificado e recursos que facilitam o ingresso no Ensino Superior, como bolsas e financiamentos.

Se já fez a sua escolha para a carreira, acesse a nossa página sobre o curso de Engenharia Ambiental e tire possíveis dúvidas que restaram sobre a área.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas