Como fazer Medicina com a nota do Enem? Descubra!

Com o mercado de trabalho cada vez mais concorrido, torna-se essencial ter um diploma de ensino superior para se destacar perante os demais profissionais. Isso faz com que essa alta concorrência também aconteça nos processos seletivos para entrar em uma faculdade, o que pode acabar desencorajando muitos candidatos.

Porém, você sabia que é possível conseguir uma vaga em qualquer curso, até mesmo Medicina, com a nota do Enem? É isso mesmo! Ao obter uma boa pontuação nesse exame, você pode conquistar o seu lugar no ensino superior e até uma bolsa de estudo. Alcançar em torno de 700 a 800 pontos costuma ser um bom resultado, embora a nota de corte possa variar bastante.

Se você tem interesse nessa oportunidade, continue a leitura deste post. Vamos explicar melhor como funciona fazer Medicina com a nota do Enem. Confira!

Quais são as vantagens de fazer a prova do Enem?

Ter um diploma de ensino superior abre inúmeras portas para o profissional recém-formado, principalmente se for emitido por uma instituição respeitada e renomada no mercado. Outro ponto importante é que para exercer algumas carreiras, como a Medicina, é obrigatório passar por todo o processo de capacitação e conquistar uma certificação válida e reconhecida.

Porém, como falamos, a seleção dos estudantes em cada instituição pode ser muito concorrida. Muitas vezes, isso acaba causando uma carga alta de estresse e ansiedade no estudante, o que pode comprometer o seu desempenho e, claro, os seus resultados.

Nesse sentido, uma boa alternativa para conquistar a tão sonhada aprovação é por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com ele, é possível não apenas conseguir uma vaga em faculdades públicas, como também bolsas de estudos integrais ou parciais para entrar em instituições particulares.

Além disso, a nota obtida no Enem também pode ser utilizada por aqueles que desejam estudar em Portugal, uma vez que ela é aceita em alguns processos de admissão por lá.

Ou seja, vale muito a pena colocar esse exame no seu calendário e se preparar para ele! A concorrência continua sendo um desafio e ainda é preciso considerar as características da prova, que é extensa e exigente. Mesmo assim, participar do Enem é como multiplicar suas chances de garantir uma vaga no curso dos seus sonhos!

Como fazer Medicina com a nota do Enem?

vestibular de Medicina é um dos mais procurados do país, e isso já é o suficiente para desencorajar inúmeros estudantes que sonham com a carreira. Contudo, é possível utilizar a nota do Enem como porta de entrada para esse curso, inclusive em faculdades particulares.

E o melhor é que você também pode conseguir uma bolsa de estudos ou usufruir de financiamento estudantil, se tiver um bom resultado no exame. Como os programas do governo, que oferecem esse tipo de benefício, apresentam o pré-requisito da participação no Enem, esse é um compromisso que não pode ficar de fora dos seus planos. Saiba mais a seguir!

LINK E-BOOK GUIA DA GRADUAÇÃO EM MEDICINA

ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece bolsas parciais (50%) ou integrais (100%) para estudantes que queiram cursar o ensino superior em uma instituição particular. Para participar da seleção, é preciso:

  • ter realizado a última edição do Enem;
  • ter conseguido nota igual ou superior a 450 pontos no exame;
  • não ter zerado a redação;
  • preencher alguns critérios socioeconômicos.

Sisu

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada), por sua vez, ajuda o estudante a conseguir a aprovação em faculdades públicas. Para participar, além de ter feito o Enem, é preciso não ter zerado a redação e já ter concluído o Ensino Médio.

BANNER E-BOOK GRADUAÇÃO MEDICINA

Além disso, se o candidato já foi aprovado em edições anteriores do Sisu e chegou a cursar a faculdade, também pode participar novamente — desde que tenha prestado a edição mais recente do Enem.

FIES

Há também a opção de contar com o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil). Com ele, você só precisará se preocupar em quitar as mensalidades após o término do curso — e, depois de formado, as chances de conseguir um bom emprego são muito maiores, certo?

Leia também:  8 instrumentais de Odontologia que são mais usados na graduação

Além de critérios socioeconômicos, é preciso ter prestado o Enem a partir de 2010, obtido pontuação mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação para poder participar.

Por fim, é bom lembrar que, como estamos falando de selecionar candidatos, é natural que o desempenho de cada um seja a referência para direcionar as vagas de estudo.

Isso significa que a nota de corte é a pontuação mínima necessária para ser aprovado, de acordo com o resultado geral. Cada instituição vai apresentar um valor diferente e esses programas também definem uma média de corte para todo o Brasil. Para se ter uma ideia, no Sisu 2020 a nota mínima para Medicina foi de 793,62.

Como se preparar e escolher a instituição de ensino ideal?

Não há dúvidas de que investir na sua preparação para o Enem e outros vestibulares é o segredo do sucesso! A dedicação nos estudos faz toda a diferença para dominar as provas, construir uma ótima redação e aumentar a probabilidade de alcançar seu grande objetivo.

Inclusive, esse período não deixa de ser uma espécie de treino para o que vem logo em seguida. O curso de Medicina demanda muito foco e disciplina, pois essa é uma área que envolve conhecimentos muitos diversos e uma grande responsabilidade.

A verdade é que a carreira de médico é atrativa em vários sentidos, não só pela oportunidade de colaborar com a saúde e bem-estar das pessoas, como também pelo retorno que ela pode trazer — estamos falando da satisfação em fazer algo que você ama e de uma boa remuneração salarial.

Então anote nossas últimas dicas para começar a se preparar o quanto antes.

Monte um cronograma de estudos para organizar sua rotina

A organização é uma grande aliada de quem tem um desafio como o vestibular de Medicina pela frente. São muitos conteúdos a serem estudados, revisados e memorizados. Então, uma ótima sugestão é montar um cronograma para deixar a rotina organizada e saber o que fazer em cada momento do dia.

A ideia é basicamente criar uma agenda com todos os seus compromissos e incluir o seu plano de estudo nos horários disponíveis. A divisão das tarefas vai depender da estratégia de cada um. Por exemplo, há quem prefira pegar um único assunto para estudar durante uma tarde toda, enquanto outras pessoas acham melhor variar os tópicos para não ficar tão cansativo.

Se você ainda não sabe o que funciona melhor no seu caso, teste diferentes métodos de estudo e analise o seu desempenho. Ter o cronograma como guia ajuda muito em uma gestão de tempo mais eficaz, o que vai favorecer a sua produtividade.

Para não ter que se preocupar com isso todos os dias, deixe a programação pronta para um período tipo uma semana, quinze dias ou até o mês inteiro. Se for preciso, faça pequenos ajustes e o mais importante é seguir o cronograma à risca.

Leia o edital da prova com atenção

Cada prova tem um modus operandi e conhecer as características do processo seletivo que você vai fazer é fundamental. Não ache que os vestibulares são todos iguais, por mais que eles sejam bem parecidos ou tenham o mesmo propósito.

Assim que fizer a inscrição para a prova, procure saber do edital e leia todo o documento com muita atenção. Isso vai esclarecer as principais dúvidas e oferecer todo o direcionamento que você precisa para iniciar ou continuar com os estudos.

Normalmente, a estrutura da avaliação é descrita no edital, explicando sobre a redação, número de questões, divisão de conteúdos, tempo disponível etc. O que fazer na data da prova e assuntos cobrados são outros dois focos importantes que você não deve deixar passar despercebido. Acredite se quiser, existem candidatos que pulam essa etapa e acabam estudando tópicos desnecessários.

Foque nas suas maiores dificuldades e não carregue dúvidas

Como falamos acima, algumas matérias precisam ser estudadas e outras apenas revisadas. Quando você tem facilidade com determinado assunto e uma boa lembrança sobre ele, basta fazer uma revisão para garantir que o conteúdo está assimilado na sua cabeça.

Leia também:  Cuidado Integral ao Paciente Crítico

Porém, todo mundo tem as suas dificuldades e são nesses pontos que você tem que focar para não chegar na prova com dúvidas. Reserve um tempo maior para estudar as matérias que exigem mais de você e escolha o momento certo do dia para fazer isso.

Como assim? Se você é mais produtivo pela manhã, por exemplo, organize seu cronograma de forma que as dificuldades fiquem nesse período. Esse é um detalhe que pode fazer a diferença no seu desempenho!

Busque edições anteriores para refazer

Outra dica para entender bem como funciona a prova e se preparar com antecedência é buscar edições anteriores. Na internet você encontra isso com facilidade e pode ler para conferir o estilo das questões, além de tentar fazer tudo para ver como seria o seu desempenho.

Tente não verificar o gabarito e pelo menos uma vez faça um simulado real do vestibular. Como assim? Fique isolado em algum lugar resolvendo a prova, sem ter acesso a nenhum tipo de informação e cronometrando o tempo. Essa experiência ajuda a desenvolver segurança para o dia oficial, já que não vai ser a primeira vez que você vai ter que lidar com o desafio.

Ainda que seja diferente viver a tensão do vestibular, aos poucos você vai ficando com mais confiança de que consegue administrar essa sensação e também desenvolve suas estratégias para resolver a prova. Fazer a redação antes ou no final? Pular as questões mais difíceis ou seguir a ordem? Pense em como gerenciar a missão que você tem em mãos da melhor maneira possível.

Acompanhe as notícias do Brasil e do mundo

Os vestibulares costumam ser sobre atualidades. É claro que assuntos “antigos” não ficam de fora, mas geralmente é preciso demonstrar que você domina os conteúdos das matérias exigidas e sabe o que está acontecendo no mundo. Aliás, relacionar notícias com tópicos específicos de cada matéria é muito comum.

Fora as questões de múltipla escolha, a redação é outra parte que exige conhecimento sobre atualidades. A surpresa do tema não pode ser motivo para você colocar em risco sua chance de conquistar a vaga no curso desejado. Diante disso, reserve um tempo diariamente para acompanhar as novidades.

Faça isso do jeito que preferir, seja pelos telejornais, sites de notícias ou qualquer outro meio de comunicação que priorize a veracidade dos fatos. Quer mais uma dica? Leia artigos de opinião ou ouça podcasts com debates interessantes para ter referências de alguns posicionamentos.

Não esqueça de treinar a redação

Se você tem facilidade com a escrita — e principalmente se não tem — não deixe de praticar ainda mais na sua preparação para o vestibular de Medicina. Muitas vezes, a nota da redação é escolhida como critério de desempate entre candidatos que tiveram o mesmo resultado no restante da prova.

Logo, dar o seu melhor e produzir um bom texto pode fazer toda a diferença. Esqueça o papo de que isso deve ser uma preocupação apenas de quem quer fazer Letras, Comunicação, Jornalismo ou outros cursos da área de Humanas. A redação é importante para qualquer pessoa que esteja concorrendo a uma vaga no ensino superior.

A dica anterior de manter-se atualizado e bem informado já ajuda bastante na construção da sua argumentação, mas é claro que dominar a gramática da Língua Portuguesa também é essencial. Nesse caso, as melhores recomendações incluem o estudo, a prática constante da escrita e o hábito da leitura.

Quer saber como é uma redação nota 1.000? Pesquise na internet exemplos de textos que receberam a nota máxima e use-os como inspiração para produzir os seus!

Descubra quais são as suas maiores “tentações”

Um dos segredos da produtividade é saber o que te rouba ela, começando a evitar as tentações no seu dia a dia. Acontece que cada pessoa é atraída por coisas diferentes e essa descoberta é como virar uma chave para ter uma rotina mais produtiva.

Não é novidade que o problema de milhares de estudantes é a internet, que pode ser uma excelente aliada no aprendizado, mas também uma grande fonte de distração. Se você faz parte do grupo que passa muito tempo nas redes sociais ou navegando sem objetivo, estabeleça limites para não prejudicar seus estudos.

Leia também:  Qual curso escolher para seguir uma carreira política?

Quer exemplos de mais “armadilhas”? Não ter um local apropriado em casa para estudar, tirar cochilos muito longos, exagerar nas “saídas” com os amigos, usar as horas de sono para assistir séries ou jogar videogame, entre outras possibilidades.

Analise o que afeta sua rotina e comece a limitar os exageros. Não quer dizer que você precisa ficar trancado no quarto estudando o tempo todo, mas sim entender que a sua prioridade no momento é essa. Logo, a diversão precisa ser controlada e o foco deve ser o vestibular.

Cuide da saúde para favorecer o seu desempenho

Por último e não menos importante, saiba que esse período de preparação para o vestibular tende a ser desgastante. Ainda mais quando falamos de Medicina, que é uma área bastante concorrida e exige altas notas para garantir uma vaga. A dedicação precisa ser constante, o que depende do seu bem-estar físico e mental, certo?

É difícil ter um bom rendimento nos estudos quando a sua saúde não favorece. Por isso, não cometa loucuras que a longo prazo vão prejudicar os seus resultados, tipo ficar noites sem dormir, não cuidar da sua alimentação ou não ter um tempo livre para distrair a mente.

Estudar para o vestibular pode ser uma das fases mais intensas e cansativas da sua vida, mas não quer dizer que você vai deixar de viver enquanto isso. Saiba que o seu desempenho pode ser favorecido por um conjunto de fatores relacionados a uma vida saudável, como a prática de exercícios físicos, dieta equilibrada, momentos de descanso e convívio social.

A falta disso é capaz de afetar a sua disposição, a capacidade de atenção e memória etc. Então não ache que cuidar de você é perder tempo! É claro que o seu tempo estará mais limitado nessa fase, mas não deixe o seu bem-estar de lado.

Desenvolva o autocontrole

Essa é uma dica que pode ser mais ou menos necessária, dependendo do perfil de cada candidato. Porém, é inegável que o vestibular traz uma certa tensão até mesmo para os mais tranquilos. A sensação de ser desafiado e participar de um processo tão concorrido em busca de um sonho naturalmente mexe com as emoções.

Para não perder o equilíbrio e o foco, uma boa sugestão é buscar desenvolver o seu autocontrole ao lidar com a situação. Muitos estudantes super inteligentes e que se dedicaram bastante na fase de preparação acabam prejudicados pela parte emocional na hora da prova.

Se você acha que corre esse risco, comece a procurar maneiras de aprender a gerenciar esse lado. Por exemplo, exercícios de respiração são excelentes para conter a ansiedade, o estresse e outras emoções. Além disso, ajudam ainda na retomada da concentração, que é tão importante para entender os enunciados e responder as questões.

Agora que você já aprendeu a usar a nota do Enem para entrar no ensino superior e conferiu várias dicas úteis para sua preparação, saiba que é fundamental escolher uma boa faculdade para os seus estudos, que tenha uma boa infraestrutura e profissionais capacitados. Receber uma formação de excelência pode influenciar muito no seu futuro profissional.

O UniFOA é a escolha ideal para você! A nossa instituição atende todos esses requisitos, já que conta com um curso de Medicina reconhecido pela sua qualidade e ainda oferece a opção de vestibular online por meio da nota do Enem. Perfeito, não é mesmo?

Como vimos, conseguir uma vaga na faculdade de Medicina com a nota do Enem não é nenhum bicho de sete cabeças, como muitos pensam. Portanto, não perca mais tempo: comece agora mesmo a se preparar para o exame e garanta o seu futuro nessa profissão tão valorizada pela sociedade!

Se gostou dessa ideia, entre em contato conosco e veja como podemos ajudar você nessa caminhada. Aproveite para conhecer melhor todos os nossos diferenciais e escolher sua forma de ingresso.

medicina com a nota do enem

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas