Engenharia do futuro: 3 perspectivas e maiores oportunidades!

Se você está em busca de uma profissão que garanta qualidade de vida no futuro, é importante conhecer bem as graduações que as faculdades apresentam. Entretanto, além disso, é preciso também ter atenção às oportunidades que surgem dentro de cada curso, ou seja, a ênfase que cada opção oferece. É assim com a Engenharia, que é dividida entre diferentes tipos de especializações.

Saber qual delas pode oferecer boas condições de trabalho nos próximos anos é algo que deve sim influenciar na sua escolha. Por isso, acompanhe este texto e saiba mais sobre as promessas e perspectivas da engenharia do futuro.

Oportunidades para cargos mais importantes

No Brasil, a quantidade de profissionais formados em Engenharia é grande, entretanto, falta investimento e qualificação para os cargos mais elevados. Para quem está considerando fazer o curso agora, isso representa uma oportunidade.

Em geral, profissionais da Engenharia têm certa facilidade para atuar em outros setores. Hoje temos engenheiros trabalhando como professores, jornalistas e, principalmente no empreendedorismo. Por um lado, isso é positivo, pois revela o quanto a profissão se adapta ao mercado de trabalho. Por outro, exige atenção: chega a ser mais fácil para o engenheiro criar alternativas do que se especializar para ocupar cargos importantes na sua própria área de formação.

Por isso, é preciso que o universitário aposte em formas para obter experiência e capacitação o quanto antes e, assim, ter acesso às melhores vagas quando sair da faculdade.

Diante desse quadro é importante destacar a Engenharia como uma profissão que oferece possibilidades para que a pessoa estude aquilo que gosta e, ainda, tenha uma carreira estável e lucrativa.

Leia também:  Vestibular de Medicina: 10 dicas para conquistar o sonho da aprovação

Em comparação com outras áreas, esse pode ser um diferencial importante na hora da escolha: mesmo diante de um cenário instável como eventualmente o país apresenta, tornando-se engenheiro você pode evoluir e ocupar uma posição de destaque, desde que se prepare para tanto.

É preciso ressaltar a importância de líderes para trabalhar com grandes projetos de Engenharia. Isso ficou muito evidente nos últimos anos com as obras para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Em alguns casos, com o caráter emergencial de alguns projetos, foi necessário ir atrás de especialistas estrangeiros para atender à demanda.

Assim, a tendência é que as empresas invistam cada vez mais na retenção de talentos para evitarem esse desvio de carreira, o que deve trazer melhores salários e programas de capacitação profissional.

Esse cenário fez com que as instituições de ensino também passassem a oferecer cursos de graduação e especializações voltadas para atender às necessidades do mercado, algo que terá efeitos positivos nas carreiras dos profissionais dentro de alguns anos.

Sendo assim, se você considera a Engenharia como uma de suas opções, não deixe de analisar esse potencial de se tornar um grande nome no mercado de trabalho.

Para ajudar na sua escolha, conheça agora as perspectivas mais interessantes.

1. Engenharia da computação

Se você está lendo este texto na internet é porque nas últimas décadas o uso de computadores, tablets e smartphones revolucionou a maneira como as pessoas lidam com a tecnologia. A boa notícia é que essa fase ainda não terminou.

Leia também:  Conectando-se com sucesso: dicas para jovens com dificuldade de socialização em ambiente de estudo

Cada vez mais empresas estão investindo em soluções no ramo da informática para facilitar o trabalho no seu dia a dia. São jogos, aplicativos e sites que a todo momento inovam. Na rotina das companhias, soluções tecnológicas visando aperfeiçoar processos de produção, transporte e distribuição têm aparecido com frequência.

Por esse motivo, profissionais desse setor devem ser ainda mais valorizados. O engenheiro da computação tem espaço na indústria automobilística, de informática, farmacêutica e de telecomunicações, podendo atuar em espaços como bancos e empresas de comércio eletrônico, além de oferecer consultoria tecnológica, entre outras atividades.

Adquirindo conhecimentos profundos em hardware e software, o profissional formado pode lidar com Eletrônica Digital, Engenharia de Software, Tecnologia de Programação, Inteligência Artificial e Organização de Hardware.

2. Engenharia mecatrônica

O mesmo raciocínio vale também para a mecatrônica. Como ela combina os princípios da mecânica com os da computação, fica fácil imaginar que o investimento em soluções tecnológicas também alavancará a carreira de profissionais especializados nesta área.

A tendência é que nos próximos anos o controle das máquinas por programação automática seja aperfeiçoado, abrindo maiores oportunidades para engenheiros mecatrônicos.

O incrível exoesqueleto desenvolvido pelo neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, que permitiu a um jovem com paralisia nas pernas dar o pontapé inicial para a Copa do Mundo de 2014 é um exemplo de como essa área tende a crescer nos próximos anos.

Na prática, o engenheiro mecatrônico trabalha com o desenvolvimento de softwares, na atualização da automação de plantas, na instalação e na realização da manutenção de sensores e atuadores e na instalação de sistemas de automação.

Leia também:  Afinal, como focar os estudos e impulsionar a carreira?

Com a economia brasileira precisando competir com mercados internacionais, a presença desse profissional deve se valorizar, pois ele é fundamental na modernização de parques produtivos.

3. Engenharia de Produção

Não pense que no futuro a máquina substituirá totalmente o homem. Isso porque é cada vez maior a busca das empresas por bons profissionais para atuar na Engenharia de Produção, área responsável pela coordenação dos processos com foco em resultados mais satisfatórios.

Isso se explica, pois, com o avanço cada vez mais significativo da tecnologia, a administração dos Recursos Humanos, financeiros e materiais da empresa, precisa avançar também em termos de eficiência, por esse motivo, profissionais de destaque nesse ramo da Engenharia deverão encontrar boas ofertas de trabalho nos próximos anos.

O trabalho do engenheiro de produção é muito importante para diversas atividades empresariais. Por isso, existem diferentes ênfases no curso. A habilitação específica é uma exigência do mercado que precisa de profissionais já preparados para determinadas atividades. Entre as mais comuns estão a ênfase em Engenharia mecânica, em agroindústria, metalúrgica e automotiva.

Enfim, a Engenharia, definitivamente, é uma carreira que abre as portas para quem busca um emprego estável e boa remuneração. Entretanto, para chegar a esse objetivo profissional é fundamental fazer uma escolha adequada entre as diferentes opções que se apresentam e se dedicar. Considere as suas características pessoais e tenha critérios. Dessa forma, certamente você terá sucesso no futuro.

Quer conhecer outras possibilidades da Engenharia do futuro? Então não deixe de curtir a nossa página no Facebook.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas