O que saber antes de se matricular em uma graduação de Enfermagem?

A graduação de Enfermagem tem enorme valor social. São os enfermeiros que realizam o cuidado ao paciente, complementando o trabalho de Médicos e outros profissionais da área da Saúde. Ainda, esse curso prepara futuros gestores de equipes e ambientes ambulatoriais.

Além de ser uma profissão com grande retorno emocional, já que contribui diretamente com o bem-estar das pessoas, a Enfermagem tem uma alta demanda no mercado. Portanto, há excelente empregabilidade. Você acha que essa área é para você? Então, continue a leitura e veja as principais informações sobre o curso!

Como está o mercado para Enfermagem?

O mercado de trabalho é muito promissor para os formados em Enfermagem. Para que você tenha uma ideia, o levantamento “Perfil da Enfermagem no Brasil”, feito pela parceria do Conselho Federal de Enfermagem com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), mostra que 90% dos enfermeiros do país são ativos.

O cenário da pandemia de Covid-19 também intensificou a demanda por profissionais da Saúde. Mesmo que haja estabilização da crise sanitária, a tendência é que o volume de contratações permaneça alto, já que os países estão cada vez mais preocupados com a construção de uma rede assistencial médica forte.

Não é à toa que, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), por mais que existam quase 28 milhões de profissionais da Enfermagem no mundo, ainda é calculado um déficit de pelo menos 5,9 milhões de enfermeiros se for levada em conta a necessidade social dessa profissão.

Os dados da OMS apontam que a pandemia de Covid-19 ajudou os líderes políticos a reconhecerem o valor da força de trabalho na Enfermagem. Por isso, há fortes expectativas de que as nações comecem a investir cada vez mais na formação de profissionais da área.

Leia também:  Alunos do UniFOA fazem atendimentos e cobertura na 16ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa

Quanto aos rendimentos, dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo CAGED) e do e-Social, compilados pelo Portal Salário, mostram que um enfermeiro ganha em média R$ 3,5 mil, com salário inicial de R$ 3,2 mil e teto de cerca de R$ 6,5 mil.

Como funciona a graduação de Enfermagem?

A graduação em Enfermagem dura 5 anos (10 semestres) e mescla disciplinas teóricas e práticas. Então, além de estudar bastante em sala de aula e com o apoio de livros, o aluno também tem muitas atividades em laboratório e contato direto com pacientes desde a formação, sobretudo nos últimos semestres do curso.

Veja só algumas das principais disciplinas da grade curricular:

  • Anatomia Humana;
  • Biofísica e Bioquímica;
  • Abordagem Socioantropológica de Saúde e Doença;
  • Bases de Genética, Imunologia e Biologia Molecular;
  • Embriologia e Histologia;
  • Fisiologia Geral;
  • Políticas Públicas dos Serviços de Saúde;
  • Processos de Cuidar na Rede de Atenção Primária;
  • Processo de Cuidar no Ciclo de Vida da Mulher;
  • Processo de Cuidar na Saúde da Criança e do Adolescente;
  • Cuidado Integral ao Adulto e ao Idoso Hospitalizados em Situação Clínica;
  • Cuidado Integral ao Paciente Crítico nas Unidades de Urgência e Emergência;
  • Cuidado Integral ao Paciente Cirúrgico;
  • Cuidado Integral em Saúde Mental;
  • Anatomia Aplicada a Enfermagem;
  • Farmacologia Aplicada a Enfermagem;
  • Processos Patológicos Gerais;
  • Semiologia e Semiotécnica do Cuidar;
  • Aspectos Filosóficos e Históricos das Teorias da Enfermagem;
  • Integralidade do Cuidado em Saúde;
  • Microbiologia;
  • Psicologia da Saúde;
  • Bioestatística/ Epidemiologia;
  • Inovação e Empreendedorismo Social;
  • Metodologia da Pesquisa Científica;
  • Doenças Infecciosas e Parasitárias;
  • Ética, Bioética e Legislação em Enfermagem;
  • Organização e Gestão em Enfermagem na Atenção Primária e Secundária;
  • Administração do Processo de Trabalho de Enfermagem e da Assistência de Enfermagem;
  • Sistematização da Assistência de Enfermagem.
Leia também:  Vale a pena ser jornalista? Entenda como está o mercado para essa área

Além dessas disciplinas obrigatórias, você tem a liberdade de escolher entre algumas matérias eletivas, conforme seus maiores interesses. Alguns exemplos são:

  • Cuidados do Recém-Nascido;
  • Enfermagem Oncológica;
  • Assistência Domiciliar.

Ainda, para se formar, é necessário fazer um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e cumprir a carga horária prevista em estágio supervisionado. Essa etapa é muito importante para o aprendizado prático do futuro profissional, que é acompanhado por professores orientadores.

Quais são as áreas de atuação em Enfermagem?

Entre as principais áreas de atuação dos profissionais da Enfermagem está a assistência ao paciente em hospitais, clínicas e ambulatórios. Isso pode ocorrer tanto no setor público como no privado, sem contar que o enfermeiro pode direcionar sua carreira para determinada especialidade, como Enfermagem de UTI ou cirúrgica. Outra possibilidade é realizar atendimento particular domiciliar (home care).

O profissional da Enfermagem também pode ser responsável por aspectos gerenciais em ambientes médicos, coordenando unidades básicas de saúde e hospitais, além de planejar e coordenar projetos que envolvam o cuidado com a população de modo geral.

Por fim, é possível seguir na carreira acadêmica, lecionando em cursos técnicos e superiores e realizando pesquisas científicas — nesse caso, muitas vezes é preciso continuar os estudos por meio de uma pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

Como é a rotina da profissão?

A rotina em Enfermagem pode incluir procedimentos de assistência ao paciente e/ou funções mais administrativas, a depender do cargo e até mesmo da especialização do profissional. Veja só algumas das principais tarefas que fazem parte do dia a dia na área:

  • aferição de pressão arterial e glicemia;
  • coletas de materiais para exame;
  • checagem de equipamentos médicos;
  • administração de medicamentos;
  • obtenção de históricos médicos;
  • orientações e preparação do paciente quanto a procedimentos para exames, consultas e cirurgias;
  • supervisão da equipe de técnicos e auxiliares;
  • organização dos plantões ambulatoriais;
  • elaboração de relatórios;
  • gestão de estoque de insumos médicos etc.
Leia também:  Inspiração: 4 administradores de sucesso que você precisa conhecer

O que considerar ao escolher o curso ideal?

Para escolher um bom curso de Enfermagem, vale a pena ter atenção à qualidade do currículo e à seriedade da instituição de ensino. O primeiro passo é verificar o credenciamento no Ministério da Educação (MEC) e analisar os diferenciais da universidade.

Aqui no UniFOA, os alunos de Enfermagem contam com uma infraestrutura completa e docentes com alta titulação. Nossa metodologia de ensino preza pela preparação para o mercado, por isso, há muitas vivências que alinham a teoria à prática da profissão, o que ajuda a maximizar a percepção de casos reais.

Gostou de conhecer mais sobre a graduação de Enfermagem? Como você viu, o mercado tem muita demanda por essa profissão. Por isso, se você se identifica com a área, essa é uma excelente opção de curso superior.

O que está esperando? Faça a sua inscrição no UniFOA e comece quanto antes o seu curso!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas