Odeio matemática — existe faculdade para mim?

Escolher uma graduação não é tão fácil. Afinal, vários fatores precisam ser analisados antes de tomar essa decisão. Contudo, algumas pessoas sabem exatamente quais áreas não são de seu interesse e já tiram da lista determinadas opções. É o caso de quem prefere fazer uma faculdade que não precisa de Matemática.

Você também não se dá muito bem com os números? Não precisa se preocupar: ainda assim, é certo que existe um curso para você. Continue a leitura do post e confira algumas opções nas quais a Matemática vai ficar em segundo plano!

Serviço Social

A graduação em Serviço Social pode ser uma boa alternativa para quem não é muito fã de Matemática. O foco desse curso é preparar o aluno para instruir a população no que diz respeito aos seus direitos.

O assistente social planeja, executa, coordena e analisa projetos de assistência à comunidade. Ele, inclusive, acompanha casos de denúncias de abandono, negligência, abuso e maus tratos envolvendo menores de idade. Trata-se, portanto, de uma profissão com um enfoque bastante humanista.

O profissional pode atuar no poder Executivo, Legislativo e Judiciário, orientando pessoas sobre programas sociais, por exemplo. Também pode coordenar e supervisionar ações que tenham como objetivo o desenvolvimento do indivíduo.

Jornalismo

Procura por cursos sem Matemática? Não se preocupe, pois quem escolher a faculdade de Jornalismo não terá problemas com cálculos. O graduado pode trabalhar em jornais, revistas, emissoras de TV e rádio, como contratado ou freelancer. No exercício de suas atividades, o jornalista busca, investiga, redige e veicula notícias, de forma ética e responsável.

As funções que o jornalista pode exercer são várias: repórter, redator, editor, pesquisador e, independentemente do veículo de comunicação, é fundamental que o jornalista apresente um bom domínio da linguagem e que procure se manter informado em relação ao que acontece na sociedade.

Leia também:  Orientação vocacional: quais as vantagens para estudantes?

Publicidade e Propaganda

A faculdade de Publicidade e Propaganda também não demanda que o aluno tenha muita afinidade com os números. O publicitário pode trabalhar em agências ou em sua própria empresa e suas atribuições estão ligadas à comunicação e à criação de identidade visual de uma organização, entre outros itens.

Além disso, o profissional pode realizar pesquisas de mercado, criar e implementar peças publicitárias e definir estratégias de marketing, levando em consideração aspectos como público-alvo, linguagem e meios de comunicação.

Direito

O curso de Direito, assim como os que já foram citados, não está diretamente ligado à Matemática. O aluno vai estudar a legislação brasileira, entre outras disciplinas, como Sociologia e Direito Penal. Como a maior parte das matérias que constituem a grade curricular são teóricas, há muito conteúdo para ler.

O profissional pode atuar como advogado — após passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) —, ministrar aulas e também se candidatar a juiz ou delegado de polícia. Nos dois últimos casos, é preciso ser aprovado em um concurso público.

Odontologia

Outra possibilidade para quem não gosta muito de Matemática é a faculdade de Odontologia. O cirurgião-dentista cuida dos dentes, da boca e dos ossos da face. Além da parte relacionada à saúde, também se ocupa da estética bucal. Posteriormente, pode se especializar em áreas que sejam do seu interesse, como a Ortodontia.

O profissional pode trabalhar em consultórios, clínicas particulares e hospitais. Nas universidades, é possível seguir a carreira de ensino ou de pesquisa e, nas empresas, pode desenvolver ações de atendimento ou gestão.

Leia também:  Conheça as 8 principais áreas de atuação do Jornalismo

Psicologia

Como na maioria dos cursos, o aluno de Psicologia também tem um breve contato com os números, pois, em geral, a grade curricular inclui Bioestatística. Mas isso não é motivo para desanimar! Afinal, trata-se de uma graduação abrangente e com muita teoria.

O curso de Psicologia é bem voltado para a área de Humanas e conta ainda com algumas disciplinas relacionadas às Ciências Biológicas. Portanto, é uma ótima opção para quem espera fazer uma faculdade que não precisa de Matemática.

Essa também é uma boa escolha profissional devido à diversidade de campos de atuação para o psicólogo. O graduado pode atuar, entre outras, nas seguintes áreas:

  • clínica;

  • escolar;

  • organizacional;

  • social;

  • hospitalar;

  • jurídica;

  • do trânsito;

  • dos esportes.

Pedagogia

Outra graduação indicada para quem procura cursos sem Matemática é a Pedagogia. Essa faculdade prepara o aluno para atuar nos processos de ensino e aprendizagem, visando não apenas a alfabetização e os métodos didáticos, como também o estudo do desenvolvimento global do indivíduo — intelectual, motor, social e emocional — sobretudo em seus primeiros anos escolares.

Apesar de ter a educação infantil como principal campo de trabalho, o pedagogo também encontra espaço em outros locais, os quais incluem:

  • administração escolar;

  • educação especial;

  • ensino de jovens e adultos;

  • empresas;

  • organizações não governamentais;

  • hospitais;

  • bibliotecas;

  • brinquedotecas;

  • editoras e outros canais de conteúdo educativo.

Letras

Se você foge dos cálculos e se identifica com cursos sem Matemática, possivelmente tinha mais facilidade com a matéria de Português desde a época do Ensino Fundamental, certo? Nesse caso, a graduação em Letras pode ser ideal para o seu perfil.

O profissional dessa área, assim como no caso do pedagogo, encontra mais oportunidades como professor. Entretanto, seu campo de trabalho vai além do ensino básico e abrange escolas de idiomas, cursinhos pré-vestibular, editoras, entre outras possibilidades. E as opções ainda não param por aí. O graduado em Letras também pode se dedicar às carreiras de redator, revisor e/ou tradutor.

Leia também:  Simulado de vestibular: por que é uma boa forma de estudar?

Medicina

Medicina é a última opção — e uma das mais importantes — da nossa lista de cursos que não se concentram na temida Matemática. O foco dos estudos do futuro médico está na compreensão das doenças e de seus critérios diagnósticos, bem como nos métodos de tratamento e cura.

A profissão de Medicina é uma das mais clássicas da história da humanidade e está entre as carreiras mais relevantes para a sociedade. Afinal, os médicos têm nas mãos a missão de garantir a saúde humana. Tamanha responsabilidade é proporcional aos altos salários e à grande concorrência nos vestibulares.

Devido ao seu conteúdo extenso, esse é o curso de maior duração entre todas as graduações. E, depois de concluir os períodos previstos na matriz curricular, ainda é possível estender os estudos para seguir carreira em uma das diversas especialidades médicas.

Fazer uma faculdade que não precisa de Matemática é uma opção mais alinhada às suas expectativas? Tudo bem! Mas não se esqueça de que essa disciplina é cobrada nas provas de vestibular — portanto, estude! Além disso, a ciência dos cálculos é extremamente necessária e útil no nosso dia a dia, pois estimula ações como raciocínio lógico, observação, concentração e abstração.

Gostou do nosso post? Então, compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais para que eles também saibam que existem boas opções de cursos para quem não gosta muito de Matemática!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas