Qual o perfil atual do estudante de engenharia? Conheça aqui!

Decidir sobre qual carreira seguir é uma das escolhas mais importantes na vida de uma pessoa. Porém, não é um processo fácil: exige não só a busca por informações sobre as opções de cursos existentes, mas também o conhecimento acerca das habilidades requeridas por eles e de como será a atuação profissional.

Para ajudar você a tomar essa difícil decisão, vamos mostrar características fundamentais do perfil atual do estudante de Engenharia, área nobre, de grande prestígio e com boas perspectivas de carreira. Confira o que preparamos e fique por dentro das habilidades essenciais para quem escolhe cursar essa graduação!

Capacidade para solucionar problemas

Seja qual for a área de concentração escolhida — civil, mecânica, elétrica, ambiental, de produção etc. —, a Engenharia envolve a capacidade de solucionar problemas. Essa habilidade é exigida tendo em vista que o engenheiro é, por excelência, o profissional que realiza empreendimentos, ações que são complexas e que, geralmente, apresentam obstáculos ou desafios a serem superados.

Assim, mesmo durante as atividades que são desenvolvidas na faculdade, a capacidade para resolução de problemas é essencial. As grades dos cursos de Engenharia são constituídas por disciplinas que envolvem diferentes formas de raciocínio lógico, abstrato e prático, simulação de potenciais situações conflituosas no ambiente de trabalho e outras condições que demandam algum tipo de engenhosidade.

Conhecimentos em ciências exatas

O nível de conhecimento em ciências exatas exigido depende das especificidades de cada Engenharia, já que algumas envolvem mais matemática, enquanto outras demandam maior aprofundamento em áreas da física, por exemplo. No entanto, todas elas abrangem conhecimentos, pelo menos gerais, de cálculo, estatística, computação, ciência dos materiais, mecânica, termodinâmica e geometria.

Leia também:  6 dicas de ouro para mandar bem em uma entrevista de emprego online

Para que o engenheiro seja bem-sucedido em sua atuação técnica deve necessariamente se dedicar às disciplinas das áreas de ciências exatas durante a faculdade. Esses conhecimentos são básicos e indispensáveis para as atividades de qualquer Engenharia e, mesmo tendo fama de serem mais difíceis, podem ser aprendidos e dominados pelo estudante — basta apenas que ele se dedique.

Criatividade e empreendedorismo

O engenheiro projeta, desenvolve e supervisiona a execução de um empreendimento, atribuições que requerem a capacidade de criação e a habilidade de empreender. Por isso, é muito importante que, desde a trajetória acadêmica, o estudante invista em atividades que despertem sua criatividade e seu senso de inventividade. Essa característica é indispensável e pode ajudar o profissional a se destacar no mercado de trabalho, principalmente em tempos de crise!

Fluência em uma segunda língua

Grande parte do desenvolvimento tecnológico de ponta ocorre fora do Brasil, por isso, acaba sendo divulgado em idiomas diferentes do português. Dessa forma, é crucial que o futuro engenheiro seja capaz de entender e, se possível, comunicar-se bem em uma segunda língua, sobretudo o inglês.

Isso garante o acesso às novas tecnologias e aumenta o seu leque de oportunidades profissionais, principalmente em empresas multinacionais. Afinal, para quem sonha alto, dominar um segundo idioma pode garantir ainda uma vaga em companhias de outros países.

Planejamento e organização

Tanto no momento dos estudos quanto na hora de criar e executar projetos — ou ainda de gerir pessoas e recursos —, o engenheiro precisa ter planejamento e organização com suas tarefas. Isso porque essas características auxiliam o manejo eficiente das ações técnicas e administrativas do profissional, além de permitirem maior grau de excelência no empreendimento.

Leia também:  Conheça 4 opções de faculdade para quem gosta de História

Raciocínio lógico

O engenheiro vai lidar com números e precisa saber como estruturar o pensamento por meio da lógica. Dessa maneira, ao gerenciar qualquer tipo de projeto em uma empresa, precisa saber como utilizar os cálculos a fim de resolver os problemas de maneira racional e eficiente.

Essa é uma habilidade importante para o estudante de Engenharia, pois faz com que ele desenvolva mais rapidez no raciocínio, assimilando melhor os conteúdos teóricos e práticos da graduação. Ajuda ainda a ter um bom desempenho nas provas, pois facilita a interpretação dos enunciados dos exercícios. Sem contar que o raciocínio lógico também vai auxiliar na argumentação, melhorando a comunicação do aluno e futuro profissional.

Negociação

Muita gente pensa que quem se forma na área de exatas não precisa, necessariamente, ter habilidades de negociação. Contudo, desde a faculdade, essa é uma característica essencial para quem quer crescer na carreira.

É importante que o estudante saiba, por exemplo, como defender suas ideias dentro de um projeto e também entender quando é o momento de ceder para que se obtenha bons resultados. Para isso, é importante ter boa comunicação para saber como expressar seu ponto de vista e ganhar a atenção das pessoas.

Autonomia

É essencial que o estudante de Engenharia desenvolva a autonomia ainda no período da faculdade. Dessa forma, ele será capaz de buscar novos conhecimentos por conta própria, o que vai incrementar ainda mais a sua formação. Aliás, quando ele se torna protagonista de suas ações, passa a pensar criticamente e a buscar soluções diferenciadas para os problemas.

Leia também:  Conheça as funções do ChatGPT

Na vida profissional, a autonomia é importante para que o engenheiro tenha autoconfiança e segurança na hora de desenvolver um projeto, assumindo todos os riscos envolvidos. É uma competência imprescindível também para quem sonha em empreender!

A habilidade ajuda ainda o profissional a ser proativo, possibilitando que ele anteveja cenários e consiga resolver os problemas de maneira ágil. Não é à toa que essa é uma das competências mais valorizadas pelas empresas atualmente.

Trabalho em equipe

Por último, para se preparar bem para a carreira de Engenharia, é necessário que o aluno aprenda a trabalhar em grupo. É fundamental entender que a união de esforços e de talentos pode render resultados melhores não só nos estudos e trabalhos da faculdade, mas também na carreira.

Trabalhar em equipe envolve não só a cooperação, como também a empatia, ou seja, a capacidade de conseguir se colocar no lugar do colega e respeitar suas ideias e opiniões diferentes. Envolve ainda saber como se expressar e o momento de dar a vez para o outro falar.

No decorrer do curso de graduação, esses atributos são úteis para que o estudante de Engenharia consiga desenvolver suas atividades acadêmicas no tempo certo e com a qualidade adequada. Além disso, essas competências são bastante valorizadas no mercado de trabalho — vão ajudar o profissional a ter destaque e crescer na carreira.

E aí? Ficou com interesse em fazer o curso de Engenharia? Então entre em contato com o UniFOA e descubra as opções de graduação nessa área que mais se encaixam em seu perfil!

estudante de engenharia

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas