Empresa júnior: quais os motivos para participar?

Quando você pensa na faculdade, imagina apenas as salas de aulas, laboratórios e bibliotecas? Um espaço voltado somente para os estudos? Pois saiba que no curso superior você pode também empreender. Isso mesmo! Ao participar de uma empresa júnior, você vai aprender na prática tudo o que viu na teoria.

Ganha a experiência de gestão, de como funciona o ambiente corporativo e começa a se preparar para o mercado de trabalho. Quer entender melhor como funciona esse tipo de atividade? Então continue a leitura e descubra todos os benefícios de participar de uma empresa júnior.

O que é uma empresa júnior?

Uma empresa júnior é uma associação civil que não tem a finalidade do lucro. Funciona dentro da instituição de ensino superior, sendo formada e gerida exclusivamente pelos estudantes. O interessante é que eles devem participar de um processo seletivo para ingressar nessa organização e podem assumir diversos cargos.

A ideia é que eles trabalhem com projetos de consultoria relacionados a sua área de atuação, oferecendo esses serviços para a comunidade. É, portanto, uma vivência prática importante para quem ainda está na faculdade, mas já precisa se preparar para o mercado de trabalho.

Como funciona?

Os alunos que participam da empresa júnior recebem a orientação e acompanhamento dos professores e podem elaborar projetos e oferecer esses serviços para a comunidade, como empresas, ONGs, startups etc. Como não visam ao lucro, acabam trabalhando com valores bem abaixo do mercado.

Leia também:  O que a nota do Enade significa para uma instituição de ensino?

Quem contrata o serviço dos alunos consegue alta qualidade com um preço bastante acessível. Assim, ganham os alunos, com a experiência adquirida, e os clientes da empresa júnior, ao conseguirem orçamentos mais vantajosos.

Quais as principais vantagens de participar?

Por que participar de uma empresa júnior? Veja alguns dos benefícios a seguir.

Praticar o que se aprende em sala de aula

A melhor maneira de assimilar de fato o que foi aprendido em sala de aula é com a prática. E esse é o diferencial dessa atividade: como funciona como uma empresa de verdade, o aluno pode aprender fazendo, ou seja, ponde a mão na massa e experimentando como é a rotina e os desafios do mercado de trabalho.

Vivenciar o empreendedorismo

Como o estudante pode assumir diferentes cargos diretivos, aprende sobre gerenciamento de pessoas, de finanças, planejamento estratégico, liderança, marketing e relacionamento com clientes, conceitos importantes do empreendedorismo. Dessa maneira, ao final da graduação, ele já está mais preparado para abrir sua própria empresa e conhece as habilidades para assumir cargos de gestão.

Melhorar o currículo

A grande queixa de muitos recém-formados é a dificuldade de arranjar emprego pela falta de experiência. Participar da empresa júnior é uma forma de resolver essa questão, pois o aluno pode colocar essa experiência no currículo e sair na frente dos outros candidatos.

Fazer networking

O contato com profissionais de outras empresas e até mesmo com os alunos da própria empresa júnior permite ampliar o networking. Essa rede de relacionamento profissional pode ser de grande valia na hora de receber uma indicação para uma vaga de emprego ou para conseguir uma parceria se o aluno tiver a ideia de abrir o próprio negócio, por exemplo.

Leia também:  Qual a diferença entre residência em Medicina e especialização?

Estudantes que começam a se preocupar com a carreira ainda na graduação participam da empresa júnior. Essa experiência vai proporcionar conhecimentos e habilidades fundamentais para quem quer se destacar no mercado de trabalho.

Quer cursar uma faculdade que ofereça a oportunidade de fazer parte de uma empresa júnior? Entre em contato com o UniFOA e descubra as opções de graduação que você pode escolher para ter essa vivência empreendedora!

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas