Vestibular de Medicina: 10 dicas para conquistar o sonho da aprovação

Estudar para o vestibular é uma tarefa assustadora para muitos alunos do ensino médio. A pressão de realizar uma prova por horas, com uma redação, pode ser maior do que grande parte das pessoas é capaz de aguentar. E quando se fala em dificuldade, o mais temido é sempre o vestibular de medicina. Muitas vezes, nada menos que um gabarito é capaz de garantir a entrada nesse curso.

Felizmente, apesar do desespero, existem várias técnicas de estudo que podem acelerar o processo de aprendizado e garantir a melhor nota. Sendo assim, não perca tempo e veja agora mesmo 5 dicas para o vestibular de medicina:

1. Tenha prioridades com relação ao conteúdo

Os conteúdos cobrados nos vestibulares, de forma geral, são muito extensos. Mais do que uma única pessoa pode aprender com qualidade em um período de um ano. Por isso, é importante estabelecer prioridades. Biologia e português são as matérias de maior peso, então é relevante trabalhar esses dois pontos.

Em seguida, o ideal é garantir um desempenho razoável em disciplinas das quais você menos gosta ou que tem pior desempenho. Isso ajudará a administrar melhor o tempo, já que você poderá absorver os conteúdos que mais caem no vestibular de medicina.

2. Reserve um horário apenas para estudar

Para entrar no curso de medicina, não basta que o estudo seja uma prioridade. Deve ser um hábito. Se você gosta de estudar a qualquer hora, pode até manter o desempenho, mas ele cairá severamente quando você estiver cansado e/ou distraído. Se estudar for parte de sua rotina, seu corpo e mente imediatamente se voltam para a tarefa na hora determinada.

Leia também:  Por que fazer faculdade de enfermagem mesmo com formação técnica?

Crie um cronograma, com horário específico para seus estudos e siga sua agenda à risca. Sem essa disciplina, estudar para o vestibular de medicina será bem mais difícil. O esforço do começo logo se tornará um hábito e não será difícil mantê-lo.

3. Crie passos bem-definidos no seu programa de estudo

Agora que você possui um horário, é hora de criar metas. O cérebro consegue atingir resultados melhores quando acredita que está fazendo progresso. E a melhor forma de mostrar progresso é com listas de tarefas objetivas e bem-definidas. Em vez de “estudar biologia”, coloque como meta “ler e realizar os exercícios do capítulo 5”. Você logo perceberá o efeito dessa técnica na sua apreensão de conteúdo.

4. Nunca abra mão do seu sono nem da sua diversão

O vestibular de medicina é importante, mas focar excessivamente nele pode prejudicar sua saúde. O que, consequentemente, prejudica seu desempenho. Por isso, depois de cumprir suas metas de estudo, incluindo as do fim de semana, permita-se descansar, sair com os amigos e relaxar. Excesso de esforço é tão ruim quanto a falta dele.

5. Faça vários simulados

A melhor forma de avaliar seu desempenho é fazer uma prova simulada. Pratique com as provas anteriores ou com questões consideradas de alto nível. Isso ajudará a identificar os seus pontos fortes e fracos, além de preparar sua mente para o momento da prova.

Importante: não faça as questões espaçadamente ou com consulta. Um simulado deve ser idêntico à prova.

6. Conheça os erros que você não pode cometer

Passar em medicina envolve uma grande dose de dedicação, pois qualquer erro cometido na prova é capaz de tirar a vaga do aluno. Até mesmo por isso é preciso conhecer os equívocos mais comuns cometidos pelos vestibulandos e aprender a evitá-los. Confira agora elimine-os de sua estratégia:

Leia também:  Atualidades no vestibular: 4 dicas infalíveis para um bom estudo

Ir para a prova sem conhecer o edital

Medicina é um curso concorrido? Sim. E isso exige de você uma atenção maior aos detalhes da prova. Você sabia que as avaliações apresentam características diferentes em função de questões como: a instituição que aplica o exame e até mesmo a região em que a universidade se situa?

Isso exige que você conheça o edital para que tenha a segurança necessária para evitar surpresas no dia da prova. É ele quem garantirá a você as informações certas sobre o que realmente poderá ser cobrado no dia do exame, sendo assim, conhecê-lo é fundamental.

Não significa que você precisa decorar o material por inteiro. Basta conferir uma única vez quando ele for lançado para ter parâmetros, até mesmo para organizar melhor os seus estudos pensando na avaliação.

Acreditar que o examinador quer te enganar

Um processo seletivo existe para selecionar os melhores candidatos, e para tanto, é natural que sejam adotados recursos como as famosas “pegadinhas de prova”. Elas podem trazer sutilezas que candidatos menos preparados não perceberão.

Entretanto, não se prepare pensando nelas como a tônica do vestibular. O importante é que você se concentre em assimilar todo o conteúdo do exame para compreender as questões e ter recursos para resolvê-las.

Quando você se preocupa exageradamente com as pegadinhas, acaba desconfiando de tudo e achando que o exame é feito para enganar você, o que não é o caso.

Deixar de trabalhar com a própria evolução

Muitas vezes, candidatos a cursos muito concorridos, como é o caso da medicina, acabam se perdendo diante da competição com adversários que parecem mais bem preparados. Não cometa esse erro. O importante é você definir sua estratégia para perseguir a sua meta até o dia da prova, considerando todas as matérias, das áreas de humanas, exatas ou biológicas.

Leia também:  Entenda como superar a sua dificuldade de aprendizagem com estas 5 dicas

Sendo assim, realize simulados, caso sua escola ou cursinho ofereçam, ou faça as provas anteriores por conta própria.

A ideia é que você se esforce para atingir a pontuação mínima para a aprovação antes do dia da prova. Avalie a evolução de seu desempenho de uma prova para outra e tenha esse como o seu principal critério para o vestibular. Respeite seu próprio ritmo, não colocando tudo a perder diante do que dizem outras pessoas.

Estudar à exaustão

Por fim, a dica é evitar os excessos tão comuns entre candidatos ao curso de medicina. Não pense que estudando ao longo de mais de 12 horas, por exemplo, você terá um desempenho melhor nos vestibulares. Seu corpo simplesmente não aguenta.

É importante (e muito mais racional) considerar o descanso dentro da sua estratégia para que ela funcione melhor. O cansaço gera desatenção, que por sua vez, faz como que você não assimile 100% do conteúdo e erre mais questões.

Por isso, procure sempre parar um pouco para que seu corpo esteja bem antes de um novo período de estudos. Pode não parecer, mas isso garante energia extra para que você consiga estudar melhor.

Gostou das nossas dicas para o vestibular de medicina? Entre em contato conosco para saber mais sobre o curso.

COMPARTILHAR

Leia também...

Escolha abaixo a melhor opção

Olá! Sou seu assistente Virtual. Posso te ajudar?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais.

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas

Luciana Pereira Pacheco Werneck

Especialização em Gerenciamento de Projetos
Data de admissão: 01/02/2018
Disciplinas lecionadas